Sociedade

EXPANSÃO DO METRO DO PORTO APRESENTADA EM FEVEREIRO

A decisão de expansão da rede do Metro do Porto vai ser apresentada dia 7 de Fevereiro. O anúncio foi feito pelo ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes.

Durante a cerimónia de entrega dos prémios Green Project Awards 2016, que decorreu na estação de metro do Campo 24 de Agosto, no Porto, o Ministro do Ambiente, juntamente com a tutela dos transportes, afirmou que no dia 7 de fevereiro será apresentado o estudo da Metro do Porto sobre as próximas ligações do metropolitano.

“Os estudos estão a ser concluídos. Estudos de procura e estudos de engenharia e é a partir deles que descutiremos com a AMP e as autarquias quais são as linhas que vão passar em primeiro lugar” , declarou Matos Fernandes.

Em dezembro, o Presidente da Câmara do Porto afirmou estar “convicto” de que a cidade não iria ficar de fora da expansão da rede de metro, já que o investimento ia ser decidido tendo por base “estudos de procura”.

Também Hermínio Loureiro, antigo presidente do Conselho Metropolitano do Porto (CmP), declarou ser “fundamental” que durante o primeiro trimestre de 2017 fique encerrado o novo desenho das linhas que vão entrar na expansão.

A Metro do Porto é detida em 60% pelo Estado e os restantes 40% pertencem a autarquias, pelo que a última palavra sobre os projetos que devem avançar, e os custos dos mesmos, cabe ao Governo, representado na empresa pelo Ministério do Ambiente.

As possibilidades em aberto no estudo são a construção da ligação ISMAI-Trofa, na Linha Verde, a extensão da Linha Amarela até Vila D’Este, em Vila Nova de Gaia, da Linha Laranja até ao centro de Gondomar e ainda o prolongamento do metro à área ocidental da cidade com a hipótese de ligação São Bento – Parque da Cidade e da ligação Senhora da Hora – Hospital São João, via São Mamede.

Não existindo verba para todas as opções apresentadas, algumas vão ter de esperar pela segunda fase.