JUP Radar

Quando a ciência, a arte e o amor pela natureza se unem, traça-se um conluio perfeito. Daniel Santos faz tudo isto com a mestria de quem tem na lente da câmara um microscópio que nos aproxima à paisagem envolvente, aos animais, à vida para além da nossa existência. Fotografia é precisão, tal como a ciência. Mais vale uma formiga na mão, do que duas borboletas a voar. Por: Márcia Branco