JUP Radar

Antonio Soto partiu de Málaga para o mundo com uma demanda especial. O sonho embateu na capital lusitana e tranformou-o no artista que já habitava no seu íntimo.
Hoje, dá-se a conhecer ao grande público como Tyler Faraday mas nele, só o nome mudou. O coração inquietante, o sorriso doce e a voz-que em muito marca a sua identidade- permaneceram, como dons imutáveis que partilha com quem por ele passa nas Ruas de Lisboa.
A cidade fica ainda mais iluminada ao som da saudade aprendida.
Quando canta o Tyler na cidade "há sempre um sonho, até ser dia!"