Política

Segunda Volta: Emmanuel Macron reeleito

Macron vence eleições presidenciais francesas com 58% dos votos em detrimento dos 42% de Marine Le Pen. A candidata da extrema-direita admitiu a derrota mas já pensa nas legislativas marcadas para junho de 2022. Por Diogo de Sousa
Fotografia: @Soazigdelamoissonnière

Emmanuel Macron vence com 58% dos votos com uma vantagem de 16 pontos percentuais para Marine Le Pen, que só alcançou 42% dos votos . A extrema-direita francesa não sai vitoriosa  das presidenciais de 2022, mas considera que a noite foi de uma “grande vitória”, como proferiu Le Pen no discurso da derrota. Apesar da derrota na corrida ao cargo presidencial, Le Pen conseguiu arrecadar oito pontos a mais do que nas ultimas eleições em 2017. Nessa ocasião. arrecadou apenas 34% dos votos.

A radical de 53 anos prepara agora as eleições legislativas, marcadas já para o próximo mês de junho. Por outro lado e apesar da vitória, Macron perdeu dois milhões de votos em comparação a 2017. Já a taxa de abstenção, chegou ao patamar histórico de 28,2%, a mais alta de sempre em frança.

No discurso da vitória presidencial, Macron afirmou apenas que o projeto para a França nos próximos cinco anos será voltado para o “trabalho, ambiente e de libertação nas forças académicas e empresariais”. Adiantando ainda que anseia terminar com as divisões e as diferenças raciais existentes na sociedade francesa.

No fim do discurso, Macron acrescentou que não deixará “ninguém à beira do caminho”, e que os próximos cincos anos do seu segundo mandato serão de uma resposta social de luta pela igualdade, mas também para com aqueles, que votaram em branco ou na sua opositora Marine Le Pen.

Artigo da autoria de Diogo de Sousa. Revisto por Filipe Pereira e Inês Pinto Pereira