Política

VOX POP POLÍTICO: A REVOLUÇÃO DE 25 DE ABRIL

No rescaldo das comemorações do 25 de Abril, o JUP saiu à rua para falar com os estudantes da academia. Procurou entender a perceção que os estudantes têm da revolução, da liberdade e do percurso do país desde 1974.

Para compreender melhor a posição dos estudantes quanto à comemoração da Revolução do 25 de Abril, o JUP esteve à conversa com diversos membros da Academia do Porto, questionando-os acerca da importância desta data para Portugal e  a evolução sentida no país desde então.

Há 43 anos fez-se em Portugal aquela que é conhecida como a Revolução dos Cravos. Partindo de vários postos militares diferentes, as Forças Armadas rumaram a Lisboa na noite de 24 de Abril. Chegados à capital, tomaram os diferentes pontos chave da cidade.

A queda do regime ficou marcada por músicas transmitidas na rádio em forma de sinal: E Depois Do Adeus, de Paulo de Carvalho, deu o primeiro sinal por volta das 22h do dia 24 de Abril. De seguida deu-se o sinal final, por volta da meia noite, em que se fez soar nas rádios a Grândola Vila Morena, de José Afonso.

Envergando cravos em sinal de liberdade e paz, as Forças Armadas tomaram na tarde de 25 de Abril o regime e deram início ao processo dos três D’s: desmilitarização, descolonização e democratização.

Consolidou-se em 1974 o ponto de partida para aquele que é hoje um Portugal democrático.