Devaneios

ANOTHER PLACE, 1997

“The floors of our buildings are a living abstraction, greater than a Malevich black square”

 

A madrugada criminal e doce,

Nascente das raízes públicas da luz

E da sua violência:

 

É como a velocidade sanguínea do homem:

Um tremendo enfarte de luz no meio do olho celeste

Que me sobe pelos pés

Até à cabeça

E me torna horizontal e profundo.

 

É o grande homicídio das possibilidades.