Devaneios Opinião

FALAS PARA MIM E EU RESPONDO

Falas para mim e eu respondo,
Às vezes é como se não falasses,
Ou é como se já soubesse a resposta,
À pergunta,
À afirmação,
À conclusão,
A que chegaste,
Sozinho,
Sem as minhas respostas,
Sabendo todas as perguntas,
Sem pontuação,
Não consigo respirar,
Não me deste a virgula,
Não me deste a pausa,
Assim não consigo elaborar,
Não consigo pensar,
Por entre tanto ponto fora do lugar,
Pois é eu é que dito o final,
Tu só afirmas,
Só,
É uma palavra estranha para uma dupla,
Só eu tenho as soluções às tuas perguntas,
E só tu podes fazer-me concretizá-las,
É aborrecido,
Tens sempre a dúvida de quem se vai cansar primeiro,
Eu continuo aqui,
Por entre versos,
Que tu ditas,
Porque não desenvolves,
Já concluíste,
Eu continuo aqui,
À espera do se,
Da condicionante que te faça avançar,
Para a minha palavra tirar,
Eu continuo aqui,
A esperar,
Pelo dia em que voltes,
A me perguntar;