Crónica Opinião

SONHAR PARA VIVER

Ouço demasiadas vezes: “deves ter os pés assentes na terra”, “não te iludas” e “o mundo não é perfeito, nunca foi, e não serás tu a mudar isso”. Perante isto, pergunto-me várias vezes: como é que as pessoas que pensam assim conseguem viver o seu dia-a-dia, se sabem que há muita coisa que deve ser melhorada e nada querem fazer para que isso aconteça?

Se há frase que faz sentido, na minha opinião, é “o sonho comanda a vida”. Não é só uma frase bonita. É uma frase que devia orientar a vida de cada um de nós. Se hoje conhecemos o mundo, é porque portugueses, espanhóis, e outros por eles inspirados sonharam com mais e não se ficaram pelo sonho – procuraram alcançá-lo. Se hoje vivemos em democracia, é porque o povo português oprimido sonhou com a liberdade e, pacificamente, lutou por ver aquilo que ambicionava tornar-se realidade. Se hoje há cura para inúmeras doenças que há alguns anos eram fatais, foi porque várias pessoas não pararam enquanto não descobrissem uma forma de salvar preciosas vidas. Aquilo que antes era impossível, hoje é vulgar. Aquilo que antes era sonho, hoje é realidade.

Se temos consciência das injustiças, da pobreza, da corrupção, devemos ficar indiferentes? Só porque pessoas que se conformaram com a triste realidade nos disseram que não há nada que possamos fazer?

Não será fácil mudar o mundo, mas juntando a minha vontade à tua e à dele, já temos mais hipóteses. Mudar o mundo não é, nem pode ser, uma missão solitária. Cabe a cada um de nós, diariamente, fazer a diferença nas coisas mais simples da vida. E, aos poucos, influenciamos comportamentos, pensamentos, mentalidades, e o mundo muda diante dos nossos olhos.

Não precisamos de pessoas comandadas pelo conformismo e pela inércia, mas sim de pessoas comandadas pelo sonho, porque, afinal de contas, sonhar é o primeiro passo para concretizar.

Artigo de Sofia Torres. Revisto por Adriana Peixoto.