ENSAIO SOBRE O CIVISMO – Jornal Universitário do Porto
Opinião

ENSAIO SOBRE O CIVISMO

Por obra do acaso, a Mariana levou a sua máquina fotográfica para o festival NOS Alive e por lá andou durante três dias a retratar os momentos que viveu para guardar memórias mais palpáveis daquilo que ali presenciou. Alheia à repercussão da mesma, a Mariana partilhou uma fotografia nas suas redes sociais. Tirada no último dia do festival onde o chão deixa de ser um relvado sintético para ser substituído por copos de plástico espalhados por todo o recinto como se de uma lixeira a céu aberto se tratasse. Pois, após a partilha dessa imagem, a fotografia começou a circular nas redes sociais e gerou polémica acerca das questões ambientais que devemos ter em conta en festivais e sobretudo no nosso quotidiano. O NOS Alive para além de se dotar de imensos caixotes do lixo por todo o recinto, aderiu também à política dos copos reutilizáveis (que saliente-se o consumidor paga 1€ de caução que lhe é devolvida a qualquer momento do festival mediante apresentação do copo e de uma ficha que lhe entregam no acto) – até aqui tudo eticamente e moralmente correcto, sim? Não. Pois toda esta partilha gerou também um colectivo de defensores de que os copos reutilizáveis para nada servem (note-se uma vez mais que podem ser devolvidos a qualquer momento do festival e a caução de 1€ é devolvida na íntegra), ou até que ‘não dá jeito andar com um copo o tempo todo’ isto sobre um copo que cabe num bolso e saído da boca de muito boa gente que passa mais tempo de garrafa em mão do que a ver concertos – este colectivo que aqui se gerou vem comprovar a estupidez humana e a falta de civismo que temos, o que carecemos ainda em compaixão pelo que nos rodeia e acima de tudo o total deprezo por um cenário apocalíptico. O copo reutilizável pesa menos do que a porção de cérebro que está em falta a este colectivo e da próxima vez que não souberem onde colocar o copo, talvez seja boa ideia o usar para preencher o oco nesses mentes vazias que não sabem viver em sociedade.

Fotografia: Mariana Silva