Educação

PARTE DA BIBLIOTECA DA FDUP FECHADA PARA OBRAS

Nos últimos meses, vedações, algumas fachadas e tetos em degradação têm preenchido o aspeto da Faculdade de Direito da Universidade do Porto (FDUP). A biblioteca é um desses casos.

Em plena época de exames, o segundo e terceiro pisos da biblioteca da FDUP estão fechados para obras desde dia 16 deste mês. No entanto, o diretor da FDUP, Luís Pestana de Vasconcelos, garante que os alunos não vão sair prejudicados: “o acesso faz-se pelo primeiro piso e para aí foram trazidos os principais livros portugueses das disciplinas jurídicas e de criminologia”, que integram as bibliografias das cadeiras e outros livros portugueses de interesse geral. “Os alunos, em termos de preparação para os exames, tirando a diminuição do espaço, não sofrem prejuízos com isto”, garante.

O espaço foi reduzido para metade, mas os alunos podem ir para as salas de estudo da faculdade. Há, contudo, uma pequena parte do segundo piso da biblioteca que está aberto, onde tem o balcão e o computador que permite pesquisa bibliográfica, assim como alguns livros e revistas, nomeadamente, as enciclopédias jurídicas.

A decisão de fechar parte da biblioteca da faculdade partiu das conclusões de um relatório que Luís Pestana de Vasconcelos pediu à Faculdade de Engenharia e que aponta aquele espaço como zona de risco.

O edifício data de 1937 e demonstra atualmente alguma degradação. Alguns exemplos são a escadaria principal, o Salão Nobre, alguns gabinetes, o telhado e uma parte do exterior, que estão vedados com um perímetro de segurança.

“Não há ainda previsão de quando vão começar as obras”, refere o diretor da FDUP, uma vez que recebeu “as informações quanto ao relatório só na semana passada”, por isso, a empreitada está ainda em fase de elaboração do projeto.

As obras são feitas pela Reitoria da Universidade do Porto, que garantiu à SIC no passado sábado estarem previstas ainda para este ano.