Desporto

Andebol: FC Porto vitorioso frente ao Artística de Avanca

Os “dragões” visitaram e venceram, este sábado, a formação liderada por Ljubomir Obradovic na 3ª jornada do campeonato nacional. 23-28 foi o resultado do encontro. Por Bebiana Ribeiro 

Após a derrota frente ao Rukometni Klub Zagreb, o Futebol Clube do Porto deslocou-se ao pavilhão Municipal Adelino Dias Costa para defrontar o Artística de Avanca.

À partida para o encontro, a formação portista ocupava o nono lugar da tabela classificativa, com uma derrota e com uma vitória. Já o Artística de Avanca partia para o encontro em décimo primeiro lugar, tendo perdido todos os jogos até ao momento. 

“Equilíbrio” marcou presença constante na primeira parte  

Ambas as equipas entraram organizadas no encontro e o equilíbrio foi constante, mas foi o FC Porto que se superiorizou nos primeiros momentos. Um golo de António Areia, permitiu que os “dragões” abrissem o marcador. 

A equipa do Artística de Avanca conseguiu responder de forma eficaz ao ataque da formação “azul e branca” e não permitiu que a equipa visitante dilatasse a vantagem. Jogados já 15 minutos da primeira parte, o FC Porto vencia por 7-8. 

O jogo não se pautou pela intensidade, pois ambas as equipas estavam focadas em construir um ataque mais ponderado e, a diferença no marcador foi mantendo-se muito diminuta. 

Apesar de toda a resistência do opositor, o conjunto “azul e branco” esteve sempre em vantagem. Ao minuto 18, distanciava-se no marcador com uma diferença de três golos, a maior até então (7-10).

A três minutos e meio do intervalo, Daniel Vieira, atleta da formação Artística de Avanca marcou um golo que permitiu a aproximação no marcador (12-13). Com este resultado animador, o Avanca começou a acreditar numa possível vitória e face a esta aproximação, Magnus Andersson, treinador do FC Porto, pediu um desconto de tempo na tentativa de reverter a situação. 

No entanto, nos minutos finais da primeira parte, Fábio Silva empatou o encontro (14-14). Apesar do esforço e luta da equipa da casa, foram os dragões que levaram a melhor e foram para intervalo a vencer por um golo (14-15).

Ataque dos dragões decisivo para alcançar a vitória

A segunda metade do encontro não poderia ter começado da melhor forma para a equipa da casa. Um golo de Fábio Silva igualou o marcador (15-15), porém, à semelhança da primeira metade da partida, o equilíbrio continuava a ser o protagonista. 

A cerca de 17 minutos para o final, dá-se a primeira exclusão da formação da casa com Adonis García a ter de se ausentar da partida por 2 minutos. A inferioridade numérica do Artística de Avanca desencadeou falhas no bloco defensivo e os “dragões” aproveitaram essa oportunidade para voltar a dominar a partida com uma diferença de 3 golos (16-19). Com quase dez minutos jogados na segunda parte, a formação visitante vencia por 16-20. 

Apesar do adversário estar à altura do desafio e ter dado luta, o conjunto “azul e branco” não vacilou e conseguiu sempre superiorizar-se. A 15 minutos do final do jogo a formação portista vencia com 3 golos de vantagem, um cenário bastante animador que permitia trazer alguma tranquilidade para a formação liderada por Magnus Andersson, cujo objetivo era alcançar mais uma vitória. 

Face a este distanciamento, Ljubomir Obradovic, treinador da equipa da casa, viu-se obrigado a pedir um desconto de tempo para colmatar a diferença. A verdade, é que após esta paragem a formação de Avanca reiniciou o jogo com um golo (20-22), revelando-se sempre motivada e capaz de oferecer resistência ao tricampeão nacional. 

Conscientes que com a aproximação do final da partida todos os golos eram importantes, ambas as equipas continuavam coesas e bastante equilibradas, fator demonstrado pelo marcador a sete minutos para o final do jogo (23-24). 

A força do dragão começava a sentir-se a quatro minutos do final do jogo, através da sua sólida atitude e da sua consistência, o FC Porto dominava a partida por 23-27, alcançando a maior vantagem até então.

A formação visitante mostrou-se mais forte nos últimos momentos da partida e no último segundo, Diogo Branquinho, fechou o marcador da partida. O jogo terminou com o resultado fixado nos 23-28, a maior diferença registada (5 golos). 

Do lado dos vencedores, o destaque recai sobre António Areia, autor de oito golos. Já na equipa dos vencidos, Fábio Silva distinguiu-se como melhor marcador. 

Com esta vitória, o FC Porto vence a 3ª jornada do campeonato e soma assim mais três pontos. Enquanto o Artística de Avanca continua a ocupar a décima primeira posição na tabela classificativa. Os “azuis e brancos” voltam a entrar em campo esta quarta-feira em territórios romenos para defrontar o Dinamo Bucaresti na quarta ronda da Liga dos Campeões EHF. O encontro vai realizar-se às 17h45. Por sua vez, o Artística de Avanca, vai visitar no sábado pelas 15h00 o CF Os Belenenses, atual nono na tabela classificativa, numa partida alusiva à 4ª jornada do campeonato. 

 Artigo da autoria de Bebiana Ribeiro