Desporto

Basquetebol: FC Porto vence e carimba passagem à fase seguinte da Taça de Portugal

Os “dragões” levaram de vencida, este domingo, a equipa do ABC Santo André, em jogo a contar para os oitavos de final da Taça de Portugal. 64-98 foi o resultado final. Por Pedro Silva

O Futebol Clube do Porto (FC Porto) viajou, este domingo, até ao Pavilhão Multiusos de Sines, onde defrontou a equipa do Atlético Basquetebol Clube de Santo André (ABC Santo André), num jogo a contar para os oitavos de final da Taça de Portugal . 

Os “dragões” partiam como favoritos, apesar da derrota no último jogo, contra uma formação de escalão inferior que, até ao momento, seguia invicta em todas as competições.

Entrada caseira fulgurante

O FC Porto entrou em jogo ciente das diferenças de poderio entre ambas as equipas. Contudo, a formação treinada por Moncho López foi surpreendida por uma forte investida caseira, que fez valer das suas armas e cedo ganhou vantagem no jogo. Os homens da formação de Sines aproveitaram-se da entrada em falso dos jogadores portistas e estabeleceram uma vantagem de cinco pontos.

Num jogo bastante faltoso, com seis faltas ainda nos primeiros minutos, o treinador portista teve de recorrer a jogadores lançados a partir do banco. Estas sucessivas rotações acabaram por desgastar a equipa caseira que, mesmo a vencer durante a fase inicial do jogo, acabaram por perder o primeiro quarto pela vantagem mínima. O resultado 23-24 dava esperança à formação do ABC Santo André para o que restava do encontro.

O começo do segundo quarto ficou marcado por uma avalanche ofensiva “azul e branca”, que deitou por terra as ambições da formação treinada por Pedro Oliveira. O FC Porto já liderava por 12 pontos de diferença, aos seis minutos,  frutos das suas qualidades defensivas e ofensivas, frente a um adversário que nunca baixou os braços. Os lançamentos da linha dos três pontos foram uma arma portista que ajudou a dilatar a vantagem para os 18 pontos.

Perto do intervalo, e após uma intensa luta pela posse de bola, a equipa do ABC Santo André conseguiu reduzir um pouco a desvantagem para 16 pontos. As formações foram para o descanso com um resultado de 39-55.

Domínio completo

Os “dragões” entraram com tudo na segunda parte, pondo fim às poucas dúvidas que ainda restavam na eliminatória. A vantagem de 16 pontos rapidamente se dilatou e o FC Porto esteve a ganhar por mais de 20 pontos, durante grande parte do terceiro quarto. Francisco Amarante esteve em principal destaque, com 17 pontos alcançados.

A formação portista, na reta final do terceiro período, levou a partida para a vertente mais física. Os  jogadores do ABC Santo André acabaram por evidenciar dificuldades em acompanhar o ritmo dos adversário. Neste aspeto, os “azuis e brancos” revelaram-se mais efetivos, ganharam 11 ressaltos ofensivos, contra apenas um da equipa da casa. Este período terminou com o resultado em 54-76.

O último quarto colocou um ponto final decisivo na eliminatória. A formação do FC Porto, com mais uma entrada avassaladora, conseguiu assegurar uma vantagem de 35 pontos, na entrada para os minutos finais. Os pupilos de Pedro Oliveira ainda conseguiram reduzir a desvantagem, mas de forma inglória, num jogo marcado pelas sucessivas infrações de ambas as equipas, com 42 faltas no total.

O resultado final, 64-98, ditou a eliminação do ABC  Santo André. Ronald Rousseau fez uma excelente exibição, marcou 24 pontos pela sua equipa, mas que de nada adiantou frente aos “azuis e brancos”Já o FC Porto contou com as soberbas prestações de Francisco Amarante, 17 pontos e seis assistências, e de Miguel Queiroz, sete pontos e 14 ressaltos.

Na eliminatória que se segue, a contar para a Taça de Portugal, a formação dos “dragões” vai defrontar a União Desportiva Oliveirense, vencedora do encontro frente à formação do Galitos Futebol Clube.

O FC Porto volta a entrar em campo para defrontar o Vitória Sport Clube, jogo em atraso da nona jornada do Campeonato Nacional , na quarta-feira, dia 22, pelas 19h00, no Pavilhão Unidade Vimaranense.

Artigo da autoria de Pedro Silva