Desporto

Andebol: FC Porto vence FC Gaia e segue invicto no campeonato

Os “dragões” receberam, este sábado, os gaienses em jogo alusivo à nona jornada do Campeonato Nacional. 33-30 foi o resultado final. Por Carolina Cardoso

Depois da ausência, durante quase duas semanas, para compromissos internacionais das seleções, o FC Porto voltou, este sábado, ao Dragão Arena, para defrontar o Futebol Clube de Gaia (FC Gaia). 

Sebastian Frandsen impediu tentativas gaienses

A primeira parte começou equilibrada e, nos minutos iniciais, o marcador manteve-se nivelado. O FC Gaia mostrou ser “um osso duro de roer”, como já se esperava. A boa prestação dos gaienses no Campeonato Nacional, até então, levou a que os visitantes criassem  algumas dificuldades aos “dragões”. O FC Gaia não “deitou a toalha ao chão”, enfrentou o adversário e conseguiu colocar-se na frente do resultado, fixado em  5-6, após um parcial de 0-3. 

Os jogadores do clube de Gaia criaram algumas oportunidades de perigo na primeira parte, mas a maioria encontrou Sebastian Frandsen pelo caminho. O guardião portista foi o grande destaque do primeiro tempo, que, por diversas vezes, mereceu ovações no Dragão Arena.

Apesar da boa prestação do FC Gaia na primeira parte, a qualidade superior dos jogadores “azuis e brancos” permitiu aos “dragões” recolherem aos balneários em vantagem (16-11). Victor Iturriza e Leonel Fernandes, com quatro golos cada um, foram os protagonistas do ataque portista nos 30 minutos iniciais.

Vitória consolidada no segundo tempo

Os comandados de Carlos Resende, técnico do FC Gaia, não baixaram as armas no segundo tempo, mas o FC Porto acabou por mostrar, de novo, superioridade que se fez sentir no marcador (28-19 e 29-20). 

Magnus Andersson, treinador dos portistas, aproveitou para rodar a equipa e lançou Ricardo Brandão, chamado à equipa A, que se estreou a marcar no campeonato. Na reta final o FC Gaia tentou surpreender os “dragões” com uma aproximação significativa no marcador, mas a vitória sorriu aos “azuis e brancos”. 33-30 foi o resultado final. Victor Iturriza, do FC Porto, destacou-se com 9 golos, enquanto Nuno Grilo marcou 7 e foi o goleador dos visitantes.

No final do encontro, Magnus Andersson, considerou que a equipa não fez um bom jogo, mas “o que importa são os três pontos”. O treinador portista realçou a falta de concentração dos “dragões” como a principal falha da partida. “Se calhar o jogo de Paris já estava na cabeça dos jogadores, por isso é que hoje não fizemos um bom jogo”, concluiu. 

Com este resultado, o FC Porto soma a nona vitória consecutiva, enquanto o FC Gaia é derrotado pela quarta vez no campeonato. Os “dragões” seguem na liderança, em conjunto com o Sporting Clube de Portugal, já os gaienses estão na nona posição da tabela classificativa.

O FC Porto volta a jogar na quinta-feira, às 19h45, no Stade Pierre de Coubertin, em França, frente ao PSG, em jogo da sétima jornada do Grupo B da Liga dos Campeões EHF.

Artigo da autoria de Carolina Cardoso