Desporto

Hóquei: FC Porto goleia Juventude Viana e está na final da Elite Cup

Os “dragões” deslocaram-se, este sábado, ao Pavilhão Municipal Cidade de Tomar, para defrontar os vianenses em jogo a contar para as meias-finais da Elite Cup. 6-0 foi o resultado final. Por Martim Mota

O Futebol Clube do Porto (FC Porto) deslocou-se, este sábado, ao Pavilhão Municipal de Tomar para defrontar a Associação Juventude de Viana (Juventude de Viana) numa das meias-finais da Elite Cup. A formação portista eliminou a Associação Desportiva de Valongo nos quartos de final, enquanto a formação minhota venceu o Sport Lisboa e Benfica num jogo emocionante que só ficou resolvido nas grandes penalidades. 

Entrada a todo o gás

Os “dragões” entraram com toda a força nesta meia-final e logo no segundo minuto de jogo, Gonçalo Alves inaugurou o marcador. Poucos minutos depois, o mesmo jogador “azul e branco” foi chamado a cobrar um livre direto, mas a bola passou ao lado da baliza. Os primeiros momentos eram de domínio portista e, Telmo Pinto, um dos reforços dos portistas para esta época, rematou de meia distância e colocou a bola no fundo da baliza dos minhotos. Em menos de cinco minutos de jogo, o FC Porto vencia com dois golos de vantagem. 

A partir do segundo golo dos “dragões”, o jogo ficou marcado por um ritmo lento e pouca emoção. No entanto, de forma paciente, o FC Porto continuou a insistir na procura pelo terceiro golo. Valeram as defesas de destaque protagonizadas por Jorge Correia, guardião da Juventude de Viana, para travarem os festejos dos jogadores orientados por Ricardo Ares. 

Os “azuis e brancos” estavam mais perto do terceiro golo do que os minhotos do primeiro, contudo a última grande oportunidade da primeira parte pertenceu à formação de Viana do Castelo. A décima falta dos portistas deu origem a um livre direto para a Juventude de Viana, mas a oportunidade não foi convertida em golo. 2-0 era o resultado ao intervalo. 

Confirmação da superioridade

A segunda parte iniciou com o FC Porto a ter na mira a baliza da formação de Viana. Uma falta grosseira sobre Rafa originou um livre direto para os “azuis e brancos”, que Gonçalo Alves executou de forma brilhante através de uma “picadinha” que só parou dentro da baliza. As poucas iniciativas dos minhotos chocavam sempre de frente com Xavi Malián, guardião portista, que se destacou entre os postes e conseguiu negar o golo do adversário.

Carlo Di Benedetto, avançado do FC Porto, mostrou ser um dos mais inconformados com a lentidão do ritmo de jogo e protagonizou várias iniciativas individuais de classe na tentativa de alvejar a baliza dos vianenses. O francês teve a oportunidade de dilatar a vantagem, através de um  livre direto, fruto da décima falta da formação de Viana do Castelo, mas acabou por falhar. 

A dez minutos do final da partida, Rafa, num remate potente e cruzado, aumentou a vantagem dos “dragões” para quatro golos. O FC Porto desperdiçou inúmeras oportunidade em frente à baliza, mas o quinto golo acabou por chegar. Através de um cruzamento perfeito de Telmo Pinto, Di Benedetto só teve de desviar a bola para dentro da baliza para carimbar a “mão cheia” no marcador. 

A Juventude de Viana ainda falhou um livre direto consequente da décima quinta falta dos “azuis e brancos”. O último golo da partida chegou por intermédio de um trabalho individual de Carlos Ramos, reforço dos portistas para a nova época. 6-0 foi o resultado final. 

Na final da Elite Cup, os “dragões” vão defrontar o Óquei Clube de Barcelos, formação que eliminou a União Desportiva Oliveirense nas meias-finais da competição. O jogo da final está marcado para domingo, pelas 16h00h, no Pavilhão Municipal de Tomar.  

Artigo da autoria de Martim Mota