Desporto

Basquetebol: FC Porto vence Sporting CP e fica a uma vitória do título

Os “dragões” receberam e venceram, esta sexta-feira, os “leões” em jogo a contar para a final dos play-offs do campeonato. 87-73 foi o resultado final. Por Eduardo Abreu

Depois de terem vencido o segundo jogo dos play-offs, no Pavilhão João Rocha, o Futebol Clube do Porto (FC Porto) regressou ao Dragão Arena, esta sexta-feira, para receber o rival Sporting Clube de Portugal (Sporting CP). Ambas as equipas vinham determinadas em vencer, num jogo de enorme importância para as contas do título.

“Dragão” soberano ao intervalo

Foi o Sporting CP quem começou melhor e com maior intensidade ofensiva, mas os “dragões” não se acanharam e reagiram de forma rápida e bastante eficaz. Após o 15-15 no marcador, a equipa “azul e branca” deu a volta ao resultado através da conversão de dois lances livres certeiros de Garret Nevels. 

A partir daí, o FC Porto foi bastante preponderante no ataque, com diversas incisões ofensivas e com uma enorme consistência defensiva. Os “dragões” terminaram o primeiro quarto em vantagem, por 26-21, com Larry Gordon e o base Brad Tinsley em grande destaque na formação “azul e branca”.

No segundo período, a equipa portista manteve o ritmo que já havia apresentado no primeiro tempo, enquanto os “leões” demonstravam dificuldades ofensivas e apenas conseguiam pontuar através da conversão de lances livres.  

A segunda metade  ficou marcada pela ineficácia e falta de brilhantismo da turma de Alvalade, pela expulsão de Travante Williams, extremo sportinguista que ainda se desentendeu com um elemento do staff do FC Porto, e pela vantagem de 12 pontos dos “azuis e brancos”. Ao intervalo, 43-31 era o resultado.

Leão” muda atitude, mas “dragões” seguram vitória.

O terceiro quarto trouxe um Sporting CP ambicioso e com vontade de lutar por um resultado que lhes fosse mais favorável. Os comandados de Luís Magalhães foram mais consistentes a nível defensivo e mais eficazes no processo de transição entre a defesa e o ataque, com João Fernandes a ser o grande destaque na formação “verde e branca”. O Sporting CP venceu o terceiro quarto (18-23), mas continuou em desvantagem com o placar a fixar-se em 61-54.

Os “dragões” reagiram à supremacia sportinguista e, graças ao talento e grande exibição de Jalen Riley, eficiente nos triplos, e Garrett Nevels, certeiro nos lances livres, desenhou e garantiu a vitória. Nevels foi consagrado o melhor jogador da partida na vitória dos “azuis” por 87-73, após ter conseguido 25 pontos e cinco roubos de bola.

No final do jogo, Moncho López, técnico portista, não escondeu a felicidade por terem vencido, mas relembra que ainda “falta uma vitória” e “é necessário pensar como o Sporting CP vai entrar no jogo”. O treinador espanhol apontou alguns erros defensivos da sua formação e elogiou o terceiro tempo leonino.

Luís Magalhães, treinador sportinguista, parabenizou o adversário, mas não deixou de apontar a falta de agressividade da sua equipa. “Cometemos muitos erros defensivos. Demos muitas oportunidades ofensivas ao FC Porto”,  afirmou.

Com este resultado, o FC Porto fica a uma vitória da glória e de reconquistar o título que já foge à equipa portista desde a época 2015/2016. As formações reencontram-se amanhã, no Dragão Arena, num jogo que pode ser decisivo para definir o Campeão Nacional e sucessor da UD Oliveirense, atual Bicampeã.

Artigo da autoria de Eduardo Abreu