Desporto

Andebol: FC Porto superioriza-se ao Águas Santas e conquista o Bicampeonato

Os “dragões” receberam, este sábado, o Águas Santas em jogo a contar para o campeonato nacional. 35-32 foi o resultado final. Por Diogo Esteves

Depois da vitória importante sobre o rival Sport Lisboa e Benfica na jornada anterior, o Futebol Clube do Porto (FC Porto) voltou a entrar em campo, este sábado, no Dragão Arena, para receber a Associação Atlética de Águas Santas (Águas Santas) em jogo a contar para a 28ª jornada do campeonato.

Os “azuis e brancos” entraram para esta jornada com um registo invicto de 27 vitórias em 27 jogos e precisavam apenas de mais uma vitória para revalidar o título de Campeão Nacional. Para isso, necessitava de bater o quarto classificado que procurava os três pontos para consolidar a sua posição e assegurar um lugar na Liga Europa EHF. 

Uma muralha chamada Szekely

O início do encontro foi marcado pelo arranque fulminante do FC Porto que fez logo de rajada três golos. A equipa visitante respondeu de forma eficaz e conseguiu, de forma rápida, reduzir a desvantagem no placar. A formação “portista” esteve sempre em vantagem, com destaque para a boa organização defensiva para além dos contra-ataques letais. 

André Gomes era a principal peça ofensiva da formação “azul e branca” e dificultou a vida ao bloco defensivo do Águas Santas. Apesar do domínio dos “dragões”, a equipa da casa começou a sentir dificuldades em assumir o comando de jogo, embora se mantivesse na frente do marcador. Tal situação só foi ultrapassada após a pausa técnica pedida por Magnus Andersson, treinador portista.

A equipa maiata não estava contente com o resultado e continuou à procura do golo, de forma a reduzir a desvantagem e comprometer a festa aos “dragões”. Martin Szekely fez defesas fenomenais e contribuiu para manter a equipa da casa na frente do marcador. Antes do final da primeira parte, especial atenção para a combinação de uma jogada aérea que culminou com o golo de Miguel Martins. O resultado ao intervalo era 16-14.

Dominante do início ao fim (no campeonato)

No segundo tempo, o FC Porto manteve um ritmo alto no ataque e na defesa, mas a equipa visitante apresentou um bloco defensivo compacto com a sua principal arma a ser o contra-ataque. Leonel Fernandes e Daymaro Salina estavam a ser os elementos mais finalizadores da equipa da casa, enquanto na formação do Águas Santas, os atletas mais concretizadores eram Mário Lourenço, Francisco Fontes e Pedro Cruz, melhor marcador da partida .

Com o decorrer da segunda parte, o jogo tornou-se bastante repartido, disputado “taco a taco” e com golos sucessivos em cada ataque das duas equipas. A dez minutos do final do encontro, o FC Porto levava seis golos de vantagem, o que transmitiu a imagem de equipa mais dominadora e segura da partida, algo também demonstrado ao longo do campeonato. O encontro terminou com a vitória dos “dragões” por 35-32.

Neste jogo, destaque para Ricardo Rocha da formação do Águas Santas, que apenas com 15 anos, marcou o seu primeiro golo na competição. Outro elemento jovem da equipa visitante foi Fábio Teixeira, que contribuiu em termos ofensivos e defensivos, com dois golos. O melhor marcador da formação “azul e branca” foi Miguel Alves, com sete finalizações certeiras.

No final do encontro, Magnus Andersson, treinador “portista”, mostrou-se muito orgulhoso com a equipa, apesar do jogo menos positivo. Em tom de avaliação, o técnico salientou o crescimento da sua equipa. “Mudamos a mentalidade em relação aos últimos anos, o nosso nível está muito alto e, mesmo quando não jogamos tão bem, somos uma equipa fantástica, jogamos bom andebol”, acrescentou.

De forma inevitável, Magnus fez referência ao que aconteceu com Alfredo Quintana, algo duro na família portista.“Não é o mesmo sem o Alfredo. Dissemos que tínhamos de tentar ganhar para tentarmos esquecer aqueles dias tão difíceis e vencermos também por ele.”, finalizou 

Com este resultado, os “dragões” sagraram-se Bicampeões Nacionais e somaram o 22º título de campeão no Andebol. Já com as contas do campeonato fechadas, o FC Porto volta a entrar em campo, na quinta-feira, no Dragão Arena, frente ao Boavista FC, último classificado. O Águas Santas recebe, no mesmo dia, o Sporting Clube da Horta, 13º na tabela classificativa. 

Artigo da autoria de Diogo Esteves