Desporto

Hóquei: FC Porto goleia Juventude de Viana no primeiro jogo dos play-offs

Os “azuis e brancos” receberam, este sábado, a formação de Viana do Castelo no primeiro jogo dos quartos de final dos play-offs. 8-1 foi o resultado final. Por Carolina Cardoso

O Futebol Clube do Porto (FC Porto) recebeu, este sábado, no Dragão Arena, a Associação Juventude de Viana (Juventude de Viana) na tentativa de entrar a vencer nos quartos de final dos play-offs do campeonato nacional. Os “dragões” terminaram a fase regular na primeira posição da tabela classificativa, enquanto a equipa visitante não foi além do oitavo lugar na classificação. Os quartos de final da competição são jogados à melhor de três jogos com a passagem à próxima fase a ser assegurada pela equipa que ganhar duas partidas. 

“Nem deu para aquecer”

Os jogadores ainda estavam a entrar no ritmo do jogo quando Gonçalo Alves, no primeiro minuto da partida, colocou os portistas em vantagem. O remate do melhor marcador do campeonato fuzilou a baliza de Jorge Correia e carimbou assim o seu 46º golo na competição. Os “azuis e brancos” entraram na partida com fome de golo e, instantes depois, um contra-ataque rápido e bem delineado terminou com um golo de Rafa, após assistência de Xavi Barroso. Em menos de dois minutos os portistas já lideravam por 2-0. 

Em resposta ao golo, os comandados de André Azevedo, treinador da Juventude de Viana, obrigaram Xavi Malián a intervir para segurar o resultado. Aos seis minutos, o FC Porto beneficiou de uma perda de bola em zona proibida, mas o guarda-redes da formação vianense travou o remate de Xavi Barroso. Na insistência, Rafa bisou no encontro. Após um passe de Gonçalo Alves que foi “meio golo”, o jogador portista só teve de encostar para dilatar a vantagem para 3-0. 

Os “dragões” dispuseram de várias oportunidades de perigo e a equipa visitante, que não pressionava a formação portista na saída de bola, continuou a mostrar dificuldades em chegar ao golo. Aos 17 minutos, Giulio Cocco encontrou caminho livre para a baliza e, numa jogada individual, concretizou mais um golo a favor dos “azuis e brancos”. 

Até ao fim dos primeiros 25 minutos o jogo foi mais equilibrado. No último lance de perigo da primeira parte, Gonçalo Alves mergulhou para defender um remate da Juventude de Viana e impediu assim que o resultado se alterasse. 4-0 era o resultado ao intervalo. 

Menor intensidade não travou goleada

A Juventude de Viana entrou na segunda parte consciente que tinha que marcar cedo para voltar a entrar na luta pelo resultado. Uma perda de bola de Gonçalo Alves deixou Neto, jogador dos visitantes, isolado e obrigou Malián a uma defesa difícil. Na resposta, o goleador do campeonato podia ter feito, por diversas ocasiões, o “bis”.  Através de jogadas coletivas e de iniciativas individuais, Gonçalo Alves podia ter chegado ao seu segundo golo, mas as investidas do jogador portista eram travadas por Jorge Correia. Aos seis minutos, a décima falta da equipa visitante ofereceu ao FC Porto um livre direto. Na cobrança, Gonçalo Alves bisou na partida, através de um remate forte e colocado. 

O primeiro golo da Juventude de Viana surgiu após a décima falta dos “dragões”. Gustavo Lima abriu o marcador para os pupilos de André Azevedo depois de bater Malián na cobrança do livre direto. O guarda-redes portista continuou a ser posto à prova e, após falta sobre Francisco Silva, os visitantes beneficiaram de uma grande penalidade. Málian foi mais forte e defendeu o remate do jogador da formação vianense. 

Aos 13 minutos, Poka foi castigado com um cartão azul e colocou os portistas em inferioridade numérica nos dois minutos seguintes. Apesar da menor intensidade na  segunda parte, os “azuis e brancos” continuaram por cima na partida e, aos 21 minutos, foi a vez de Di Benedetto se estrear a marcar no encontro. Na sequência de um lance coletivo, Reinaldo Garcia serviu na perfeição o jogador portista, com uma bola a meia altura, e o francês, com uma excelente execução, encostou para golo. 

Os dois minutos finais da partida tiveram direito a mais dois golos. Rafa serviu Reinaldo Garcia e o capitão “azul e branco” aumentou a vantagem para 7-1. Nos últimos segundos, o argentino voltou a marcar e bisou no encontro com uma picadinha que só parou no fundo das redes de Jorge Correia. 8-1 foi o resultado final. 

No final do encontro, o técnico dos “dragões”, Guillem Cabestany, realçou a entrada da equipa na partida e elogiou o jogo completo dos “azuis e brancos”. O treinador portista garantiu que a equipa vai continuar a trabalhar para que o próximo jogo acabe novamente com a vitória do FC Porto.

O treinador da Juventude de Viana, André Azevedo, lembrou que a equipa jogou “contra o primeiro classificado, uma equipa fortíssima, a jogar em casa e num bom momento.” O técnico confessou que os dois golos ao abrir o encontro dificultaram a tarefa, mas considerou que a equipa equilibrou a partida na segunda parte. Relativamente ao próximo encontro entre as duas equipas, André Azevedo reforçou que a equipa vai  trabalhar para “ser mais competitiva e para obrigar o FC Porto a ser mais competente”. 

Com esta vitória, o FC Porto coloca-se em vantagem no play-off e joga o segundo jogo dos quartos de final no sábado, em Viana do Castelo.

Artigo da autoria de Carolina Cardoso