Desporto

Andebol: Portugal perde com a Alemanha e complica apuramento para o Mundial 2021

A Seleção Nacional Feminina perdeu, este sábado, contra a congénere germânica em jogo a contar para o play-off de apuramento do Mundial 2021. 27-32 foi o resultado final. Por Martim Mota

Com a desistência da Finlândia, devido à pandemia da Covid-19, Portugal beneficiou e garantiu a presença direta no play-off de qualificação para o Mundial 2021. No jogo da primeira mão, a Seleção Nacional recebeu a Alemanha, no Pavilhão Municipal do Luso, na Mealhada. 

Desconcentração e azar

O favoritismo pendia para o lado da seleção germânica e desde cedo confirmou-se. Portugal mostrou dificuldade em encontrar espaço para rematar muito graças à organização e segurança defensiva que a seleção alemã apresentou. A ineficácia portuguesa resultou em transições e contra-ataques rápidos da Alemanha que, ao contrário da seleção lusa, conseguia introduzir a bola na baliza. 

Através da ponta esquerda, as visitantes conseguiram encontrar uma forma de marcar golos em ataque organizado. No entanto, Isabel Góis, guardiã portuguesa, proporcionou inúmeras defesas de destaque e conseguiu, dessa forma, evitar que a diferença no marcador fosse maior. 

Portugal procurava um ataque eficaz que o fizesse aproximar no resultado, mas eram constantes os passes falhados e a dificuldade de ligação entre as jogadoras. Os livres de sete metros eram desperdiçados e as exclusões de duas atletas alemãs não significaram um maior equilíbrio no marcador. 10-17 era o resultado ao intervalo. 

Mais dinâmica e mais eficácia

A segunda parte começou com uma sequência de azares para a Seleção Nacional. Os remates saíam ao lado ou batiam nos postes da baliza alemã. As mudanças na formação portuguesa proporcionadas por Ulisses Pereira, selecionador português, fizeram com que houvesse uma maior dinâmica no que toca à circulação de bola e jogadas de ataque. No entanto, os passes para as pivôs acabavam, na maior parte das vezes, intercetados pela defesa germânica. 

Uma sequência de faltas ofensivas por parte da “seleção das quinas” combinada com a eficácia da equipa alemã, fez com que o marcador se desnivelasse cada vez mais. Porém, o melhor da Seleção Nacional chegou no final da segunda parte, quando conseguiu reduzir a diferença no marcador para quatro golos. No último segundo da partida, a formação germânica ainda conseguiu voltar a marcar. 27-32 foi o resultado final. 

No final da partida, Ulisses Pereira, técnico português, admitiu que, na primeira parte, a equipa esteve desconcentrada, com vários remates falhados e faltas técnicas. Salientou ainda que as portuguesas melhoraram na segunda parte e que a eliminatória ainda não acabou. Bebiana Sabino, capitã da Seleção Nacional, lamentou o golo sofrido no último minuto, mas garantiu que a equipa vai fazer de tudo para vencer a segunda mão.

Portugal volta a defrontar a Alemanha na terça-feira, em Hamm, na Alemanha, para a segunda mão do play-off de apuramento para o Mundial 2021. Para garantir a presença, a seleção portuguesa tem de vencer por mais de cinco golos.

Artigo da autoria de Martim Mota