Desporto

Andebol: FC Porto supera Boa-Hora e mantém-se invicto

Os “dragões” visitaram, esta sexta-feira, a formação do Boa-Hora em jogo a contar para o campeonato. O atual campeão nacional venceu por 20-32. Por Miguel Freitas

Depois de uma pausa devido à qualificação da Seleção Nacional para os Jogos Olímpicos, o Futebol Clube do Porto (FC Porto) visitou, esta sexta-feira, a equipa do Boa-Hora Futebol Clube (Boa-Hora), em jogo da 20ª jornada do campeonato nacional. Os “dragões”, ainda invictos, partiram como favoritos para o jogo, frente a uma equipa que somou apenas uma vitória nos últimos três encontros. Além disso, este encontro marcou a estreia de Márton Székely, antigo guarda-redes do Veszprém, na baliza portista.

Contra-ataques eficazes

O favoritismo dos “dragões” rapidamente se fez notar. Os minutos iniciais trouxeram um FC Porto determinado em resolver a partida cedo. Com uma defesa coesa e um ataque eficaz, os “azuis e brancos” tinham uma vantagem de seis golos a meio da primeira parte. Durante largos minutos, a equipa de Lisboa não conseguiu marcar nenhum golo com Mitrevski, guardião portista, em bom plano.

Com algumas falhas técnicas no ataque por parte da formação da casa, a vantagem ficou cada vez maior. Através de contra-ataques rápidos, o FC Porto geriu o resto da primeira parte a seu gosto. Houve, inclusive, tempo para a entrada de Jesús Hurtado, o jovem pivô da equipa secundária dos “dragões”. A equipa visitante foi para o descanso na liderança sem ter de se desgastar muito. 7-18 era o resultado ao intervalo.

Gerir a vantagem

Com uma primeira parte muito tranquila, o FC Porto entrou no segundo tempo para tentar gerir a vantagem. Do lado “azul e branco”, Márton Székely estreou-se na baliza e deu-se a conhecer ao Andebol português. Do outro lado, Joaquim Nazaré, lateral da equipa da casa, que entrou apenas na segunda parte, deixou a sua marca com três golos em três tentativas, logo nos primeiros minutos. Até ao final do encontro, os comandados de Magnus Andersson dilataram a diferença no marcador, apesar de alguns momentos de desconcentração. Fruto disso, o Boa-Hora aumentou o seu poderio ofensivo, por comparação com a primeira parte do encontro. O jogo ficou resolvido muito cedo e o FC Porto somou a 20ª vitória consecutiva no campeonato. Diogo Branquinho e Joaquim Nazaré foram os melhores marcadores do encontro com oito e seis golos, respetivamente.

Com esta vitória, o FC Porto mantém-se no primeiro lugar da tabela classificativa, enquanto o Boa-Hora segue no 12º lugar, embora possa descer na classificação por consequência dos restantes resultados da jornada. Os “dragões” voltam a entrar em ação, na segunda-feira, com uma deslocação até Avanca, para defrontar o Artística de Avanca, no pavilhão Comendador Adelino Dias da Costa, em jogo relativo à Taça de Portugal. Por sua vez, o Boa-Hora viaja até aos Açores para jogar, no sábado, com o Sporting Clube de Horta, 14º classificado, em encontro a contar para o Campeonato Nacional.

Artigo da autoria de Miguel Freitas