Desporto

Andebol: FC Porto vence Maia/ISMAI e mantém invencibilidade

Os “dragões” receberam e venceram, este domingo, a formação maiata em jogo a contar para o campeonato nacional. 33-22 foi o resultado final. Por Francisca Santos

Após duas derrotas na Liga dos Campeões EHF, o Futebol Clube do Porto (FC Porto) estava de volta ao campeonato nacional e ao Dragão Arena. A equipa “azul e branca” recebeu a Associação Desportiva Académica Maia-ISMAI (Maia/ISMAI), em jogo alusivo à 17º jornada. Os “dragões” queriam somar os três pontos para manterem o seu registo de invencibilidade, enquanto a equipa da Maia procurava continuar o seu bom momento e chegar à terceira vitória consecutiva.

Intensidade “azul e branca” nos minutos finais

O claro favoritismo do FC Porto não se evidenciou nos primeiros minutos do encontro. A equipa da Maia entrou destemida e abriu o marcador momentos antes do primeiro minuto de jogo. Ainda antes dos cinco minutos, o Maia/ISMAI perdeu por lesão o seu ponta Hugo Santos, após choque com António Areia, jogador portista. 

O início foi equilibrado e a equipa orientada por Ricardo Moreira, treinador do Maia/ISMAI, chegou a estar em vantagem por um golo, ao minuto 14, mas acabou por não conseguir aguentar o ritmo da formação “azul e branca”. Os últimos dez minutos foram de grande intensidade portista, com os “dragões” a conseguirem marcar seis golos sem qualquer resposta por parte do adversário. Os destaques desta superioridade têm a assinatura de Diogo Branquinho e Djibril M´Bengue, ambos com dois golos.

Com o fim dos primeiros 30 minutos, o marcador sorria para a equipa da casa com um parcial de 16-9. 

Domínio de “dragão”

A segunda metade da partida não trouxe grandes novidades no encontro. A superioridade portista prevaleceu ao longo dos 30 minutos e revelou as diferenças de valor existentes entre as duas equipas. A entrada forte dos “dragões” resultou na fuga no marcador que chegou a estar com 12 golos de diferença. A formação da Maia tentou responder às investidas portistas, mas quer a defesa “azul e branca”, quer Nikola Mitrevski, guarda-redes do FC Porto, não permitiram ao Maia/ISMAI aproximar-se no marcador.

Apesar do domínio, Francisco Oliveira, guardião maiato, ainda se mostrou presente no jogo e travou várias ocasiões de golo. Os destaques da partida foram, do lado do FC Porto, Diogo Branquinho e Vitor Iturriza com seis golos. Com o mesmo número de concretizações, Afonso Lima foi a estrela da equipa visitante. O triunfo dos “azuis e brancos” ficou fechado por 33-22.

No final do encontro, Magnus Andersson, treinador portista, mostrou-se satisfeito com a vitória, mas realçou alguns pontos menos favoráveis como o foco e a concentração no jogo. Ricardo Moreira, treinador da equipa da Maia, enalteceu o bom jogo da sua formação que considera ter sido sério e competente. O técnico português, que está ao serviço da equipa maiata há pouco mais de um mês, afirmou que o Maia/ISMAI está ainda  “no início da aquisição metodologias”, mas salientou as vitórias frente ao Boavista e ao Gaia.  

Com este resultado, o FC Porto ocupa a primeira posição do campeonato, com 51 pontos, enquanto o Maia/ISMAI segue na décima posição, com 26. Com o próximo encontro da Liga dos Campeões adiado, os “dragões” voltam a entrar em ação na terça-feira, para o campeonato nacional, frente ao Póvoa AC, que ocupa o sétimo lugar na tabela classificativa. A equipa da Maia defronta o SC Horta, atual 14º classificado, no sábado. 

Artigo da autoria de Francisca Santos