Desporto

Andebol: FC Porto vence RK Vardar e alimenta sonho europeu

Os “dragões” receberam, esta quinta-feira, o atual campeão macedónio numa partida a contar para a fase de grupos da Liga dos Campeões. O jogo terminou com uma vitória dos portistas por 27-24. Por Miguel Freitas

Depois de uma pausa devido ao Mundial de Andebol no Egito, o Futebol Clube do Porto (FC Porto) recebeu o RK Vardar (Vardar), em jogo da nona jornada da Liga dos Campeões. À partida para o encontro, os “azuis e brancos” procuravam uma vitória que permitisse continuar a sonhar com o apuramento para a próxima fase. Embora com jogos em atraso, os macedónios também queriam somar os três pontos para tentar sair dos últimos lugares do grupo.

Entrada atribulada

Ciente da importância deste jogo nas contas do grupo, o FC Porto não entrou como queria no jogo, fruto das muitas oportunidades de ataque perdidas e da eficácia da equipa macedónica, o que obrigou Magnus Andersson a pedir um desconto de tempo. Com ajustes na defesa, a formação “azul e branca” rapidamente recuperou a confiança e conseguiu empatar o jogo a meio da primeira parte.

Foi preciso esperar 24 minutos para o FC Porto chegar pela primeira vez à vantagem no encontro, por intermédio de Diogo Branquinho, um dos principais responsáveis pela reviravolta, com vários golos em contra-ataque. Nos minutos finais da primeira parte, a equipa “azul e branca” esteve a vencer pela diferença mínima, mas uma perda de bola num 7 para 6 resultou num golo fácil para a equipa do Vardar. 13-13 era o resultado ao intervalo.

7 para 6 permitiu a vitória

Com tudo em aberto e após o empate na primeira parte, os “dragões” entraram bastante melhor no regresso após o intervalo, o que levou à construção de  uma vantagem de quatro golos. Com a estratégia de 7 para 6 a revelar-se eficaz, a equipa da casa consolidou, pouco a pouco, a vantagem, enquanto o bloco defensivo assumia cada vez mais preponderância. 

Apesar do jogo aparentar estar controlado, o ataque da equipa “azul e branca” mostrava-se perdulário, o que permitiu ao Vardar sonhar com a vitória. Os minutos finais ainda viram a equipa visitante aproximar-se no marcador, mas o FC Porto conseguiu segurar a vantagem de três golos. Do lado dos “dragões”, Miguel Martins foi o melhor marcador com 11 golos, enquanto que na formação macedónica, Dibirov assumiu o papel de destaque com nove golos. 27-24 foi o resultado final.

No final da partida, Magnus Andersson, treinador do FC Porto, lamentou o “cansaço da equipa” que foi visível durante o jogo todo. Por outro lado, realçou a boa exibição de Mitrevski, guarda-redes dos “dragões”, e acrescentou que “a defesa salvou-nos hoje”. Já Stevce Alusovski, técnico do RK Vardar, destacou o bom início da sua equipa, mas referiu que “depois algo mudou no jogo”. Acrescentou, ainda, que a equipa “azul e branca” tem uma boa defesa e que são “a melhor equipa a jogar 7 para 6”.

Com este resultado, o FC Porto ocupa a quarta posição do grupo com oito pontos em nove jogos, enquanto a equipa do Vardar encontra-se no último lugar com três pontos, mas com três jogos em atraso por comparação com a equipa portista. No domingo, o FC Porto desloca-se até Braga para defrontar o ABC, atual quinto classificado, em partida a contar para o campeonato nacional.

Artigo da autoria de Miguel Freitas