Desporto

Andebol: FC Porto surpreende e empata com os polacos do Vive Kielce

Os “dragões” receberam, esta quinta-feira, o atual campeão polaco numa partida a contar para a fase de grupos da Liga dos Campeões. O jogo terminou com um empate 32-32.

Depois de uma vitória contra o Vitória de Setúbal a contar para oitava jornada do campeonato, o Futebol Clube do Porto (FC Porto) recebeu o VIVE Kielce, campeão polaco, em partida da fase de grupos da Liga dos Campeões. A equipa da casa procurava retomar o trilho das vitórias na campanha europeia depois do empate contra o RK Vardar, enquanto o Kielce procurava a sexta vitória na competição.

Superiorização “azul e branca”

Favoritos à entrada para a partida, o Kielce entrou muito bem no jogo e manteve uma vantagem de quatro golos até aos quinze minutos da primeira parte. Do lado “azul e branco”, o regresso de Miguel Martins, Rui Silva e Djibril Mbengue, todos após lesão, ajudaram os “dragões” a que o resultado não se dilatasse.

Durante a segunda metade da primeira parte, o FC Porto acordou e conseguiu superiorizar-se no jogo. Alfredo Quintana, André Gomes e Miguel Martins, assumiram papel de destaque, o que permitiu que os “dragões” passassem para a frente do marcador. 19-17 era o resultado ao intervalo.

Equilíbrio até ao final

Nos primeiros dez minutos da primeira parte, o FC Porto não se deixou intimidar pela qualidade polaca e fez uma exibição muito consistente a nível defensivo. Mais uma vez, Alfredo Quintana e a eficácia “azul e branca” mostraram-se preponderantes. Do lado do Kielce, queixas ao nível de arbitragem geraram algum nervosismo.

No resto da segunda parte, o equilíbrio continuou a ser palavra chave, com Miguel Martins a permanecer o atleta em maior destaque dos “dragões”. Nos momentos finais do jogo, o Kielce aproveitou a maior passividade da equipa da casa e passou para a liderança, mas o FC Porto respondeu sempre no mesmo nível.

Miguel Martins foi o melhor marcador da equipa portuguesa com nove golos, enquanto Igor Karacic, com cinco golos, foi o principal destaque da equipa campeã polaca. 32-32 acabou por ser o resultado final.

No final do jogo, Magnus Andersson, treinador do FC Porto, apontou alguns erros no ataque, mas afirmou estar orgulhoso da sua equipa e que jogos como este servem para aprender e melhorar. Também Rui Silva, capitão dos “dragões”, disse estar orgulhoso dos seus companheiros e referiu que foi especial voltar a jogar depois de um mês afastado.

Já do lado polaco, o treinador Talant Dujshebaev destacou a exibição de Alfredo Quintana nos últimos cinco minutos da segunda parte e revela que o resultado acabou por ser positivo para as duas equipas. Por outro lado, Igor Karacic, salientou a pouca eficácia da equipa e elogiou a formação “azul e branca”.

No próximo domingo, o FC Porto desloca-se até ao pavilhão Acácio Rosa para defrontar o Belenenses, em jogo a contar para a nona jornada do Campeonato Nacional. Já o Kielce, retoma o campeonato contra o SPR Tarnów.