Desporto

ANDEBOL: FC PORTO VENCE ARTÍSTICA DE AVANCA E CONSOLIDA LIDERANÇA DO CAMPEONATO

O FC Porto recebeu, este sábado, o Avanca num jogo a contar para o Campeonato Nacional de Andebol. Os “dragões” venceram a formação aveirense por 38-19.

O Futebol Clube do Porto recebeu e venceu, este sábado, o Artística de Avanca num jogo a contar para a 26ª jornada do Campeonato Nacional de Andebol, o último encontro da fase regular da prova. Os azuis e brancos partiam como favoritos e confirmaram esse favoritismo desde o início da partida.

Depois duma vitória importante contra o Sporting Clube de Portugal, a meio da semana, que deixou os “dragões” na liderança isolada do campeonato, a motivação era ainda maior para arrecadar os três pontos frente à formação de Aveiro que vinha dum triunfo frente ao Boa-Hora alusivo aos dezasseis avos de final da Taça de Portugal.

Controlo total do início ao fim

Os primeiros dez minutos de jogo demonstraram alguma falta de eficácia das duas partes por culpa das excelentes defesas dos guarda redes Luís Silva (Avanca) e Thomas Bauer (FC Porto), mas o resultado era já de 5-1 para os “azuis e brancos”.

Depois dos minutos iniciais os golos começaram a surgir. Miguel Alves, ponta direito do FC Porto, foi responsável pela maioria dos golos na primeira metade do encontro. Gualther Furtado foi o mais inconformado da equipa do Avanca e, com o seu poderio físico, foi dos poucos que conseguiu quebrar a barreira defensiva muito bem organizada dos “dragões”. Ainda assim, a primeira parte terminou com um parcial desequilibrado de 20-9.

Sangue novo, a mesma essência

Os segundos 30 minutos trouxeram novidades nas equipas. Ambos os treinadores promoveram alterações, especialmente o treinador da equipa “azul e branca”, Magnus Andersson, que fez entrar cinco jogadores que não tinham atuado a primeira parte.

Apesar das mexidas nas equipas, o rumo do jogo acabou por ser igual ao da primeira parte. Os remates fortes e certeiros de André Gomes e Yoan Balazquez contrastavam com as tentativas de golo fracassadas por parte do Avanca, que esbarravam de forma sucessiva em Thomas Bauer. O austríaco protagonizou inúmeras defesas ao longo da partida para desespero do técnico da equipa visitante, Herlander Silva.

O jogo terminou com o resultado em 38-19 para o FC Porto que assim mantém os dois pontos de liderança em relação ao segundo classificado, o Sporting CP.

No final do encontro, Herlander Silva não se mostrou surpreendido com o resultado, no entanto considerou-o “extremamente penoso”. Deixou ainda elogios à equipa portista pelo “excelente trabalho que estão a fazer aqui e lá fora”. Por fim, admitiu que o foco no início deste jogo já não era a fase regular. “Já estávamos a pensar na segunda fase do campeonato que é importante para nós”, concluiu o técnico da equipa aveirense.

Magnus Andersson, treinador do FC Porto, não prestou declarações, mas no seu lugar veio Alexis Borges, um dos protagonistas do encontro. O pivô portista admitiu que “conseguimos o objetivo e agora é preciso preparar a próxima fase”. Quanto ao jogo, considerou que “o contra-ataque foi muito bom e eficaz”.

Com este resultado, o FC Porto parte em primeiro lugar para a fase final do grupo A do campeonato. Já o Artística de Avanca termina em 11º lugar e vai lutar pela permanência no grupo B da fase final.