Desporto

MAIA OPEN: JOÃO DOMINGUES PERDE BATALHA E FALHA ACESSO À FINAL

Português perdeu em três partidas para Constant Lestienne, que colocou um ponto final na participação nacional no torneio. Por Pedro Marques dos Santos

João Domingues, o quarto melhor tenista nacional da atualidade, perdeu hoje o seu embate das meias finais e não conseguiu assegurar a presença de um português no encontro do título do Maia Open, torneio do circuito ATP Challenger que decorre esta semana no Complexo Municipal de Ténis da Maia.

O início, contudo, não podia ter sido melhor para o número 192 da hierarquia mundial que, com um arranque demolidor, conseguiu quebrar de entrada o serviço do francês Constant Lestienne (242º) e não mais tirou o pé do acelerador até fechar o primeiro set por um esclarecedor 6-1.

No entanto, o gaulês, que já tinha eliminado três cabeças de série do Maia Open nas rondas anteriores, não baixou os braços e com uma quebra de serviço logo no primeiro jogo da segunda partida confirmou que o encontro estava longe de estar decidido. Ainda assim, o tenista de Oliveira de Azeméis devolveu de imediato o break e chegou a adiantar-se para 4-2.

Nesta fase, Lestienne voltou a mostrar o seu espírito combativo e não só recuperou o break de atraso, como chegou a ter oportunidade de fechar o set no seu serviço aos 6-5. João Domingues ainda conseguiu voltar a quebrar o serviço do francês e levar a partida para o tie-break, mas a vitória acabaria por sorrir ao número 242 do mundo por 7-5 no desempate.

O português acabou por acusar animicamente a perda do segundo set e não mais encontrou antídoto para as mudanças de ritmo do francês, que se mostrou sempre eficaz na utilização do amorti para surpreender Domingues, depois de o empurrar para trás da linha de fundo com pancadas fortes e profundas. 1-6, 7-6(5) e 6-2 foi o resultado final, após 2h18 minutos de encontro.

Na final do Maia Open, Constant Lestienne vai enfrentar o eslovaco Josef Kovalik (172º), tenista que já passou pelo top 100 mundial e que derrotou o compatriota Andrej Martin (110º), o primeiro cabeça de série do torneio, por 6-1 e 6-4.

Apesar da derrota, a boa prestação de João Domingues no último torneio da temporada vai-lhe garantir uma subida significativa no ranking, para perto do 175º lugar. O seu máximo de carreira é a posição 160 da hierarquia mundial, conseguida em maio deste ano após a vitória no Braga Open.

A final do Maia Open está marcada para amanhã às 11h00. O encontro terá transmissão televisiva na SPORT TV.

Artigo da autoria de Pedro Marques dos Santos