Desporto

BASQUETEBOL: FC PORTO SUPERA OLIVEIRENSE EM JOGO IMPREVISÍVEL

O Futebol Clube do Porto recebeu a Oliveirense, na passada quinta-feira, em jogo do Campeonato da LPB Placard. Os "dragões" venceram a partida por 81-79.

O Futebol Clube do Porto (FCP) partiu para o jogo com nove vitórias consecutivas no registo. A União Desportiva Oliveirense (UDO) é o campeão em título e pretendia ganhar a um dos rivais diretos.

Os “dragões” começaram bem a partida, com 5 pontos apontados em pouco tempo. Foi sol de pouca dura. A Oliveirense conseguiu um parcial de oito pontos. Marko Loncovic e Marc-Eddy Norelia destacaram-se na equipa visitante. O primeiro período deixou o marcador nos 10-26, a favor dos campeões em título.

O segundo quarto trouxe uma dor de cabeça maior ao FC Porto. Eric Coleman e João Balseiro ajudaram a Oliveirense a aumentar, continuadamente, a liderança da partida. Os da casa estavam fora do ritmo da partida e falhavam pontos imperdoáveis. A vantagem no final da primeira metade do jogo estava nos 23 pontos. No Dragão Caixa só dava a equipa de Oliveira de Azeméis.

Reviravolta Épica

O terceiro período era crucial para se perceber se as circunstâncias da partida continuaria igual ou não. Os cinco minutos iniciais foram mais do mesmo. O Porto podia reduzir ligeiramente a vantagem, mas a Oliveirense tinha logo um momento de superioridade e mantinha a vantagem à volta dos 20 pontos.

No entanto, os dragões demonstravam algumas melhorias e, nos minutos finais do período, começaram a montar a reviravolta. Pedro Pinto no papel de base geriu bem os ataques do Porto e conseguiu encaixar alguns triplos. A UD Oliveirense foi apanhada desprevenida e viu os da casa alcançarem uma série de 14 pontos sem resposta.

No início do derradeiro período, o marcador estava nos 59-61. A Oliveirense conseguiu aguentar a vantagem reduzida durante a maior parte do tempo. Contudo, a restar 30 segundos, os dragões foram bem sucedidos a recapturar a liderança da partida.

Os momentos finais pareciam intermináveis, com o Porto a tentar impedir a Oliveirense de pontuar. O jogo estava impróprio para cardíacos e a certeza do resultado só se verificou com um lançamento direto de Pedro Pinto. O apito final confirmou a vitória suada do FC Porto.

O “equilíbrio” e o “golpe de karaté”

No final da partida, Moncho López falou de um jogo caracterizado “pelo equilíbrio”. O treinador portista considerou que a Oliveirense fez “uma primeira parte excelente”, mas o último minuto e meio deu “sensações muito boas de competência” aos dragões.

Norberto Alves demonstrou-se descontente com a arbitragem. “Nos últimos dois minutos os árbitros não podem errar e há um lance que mais parece uma entrada de karaté”, considerou o técnico da UDO.

Ambas as equipas regressam à competição este domingo. O FC Porto visita o SL Benfica. A UD Oliveirense recebe o Terceira Basket. As duas partidas são referentes à ronda cinco do Campeonato da LPB Placard Nível dos Vencedores.