Desporto

ANDEBOL: FC PORTO EMPATA COM ABC

O Futebol Clube do Porto recebeu o ABC de Braga, na passada quarta-feira. A partida, a contar para a terceira jornada da fase final do Campeonato Nacional de Andebol 1, terminou com um empate entre as duas formações por 24-24.

Na terceira jornada da fase final do campeonato, o Futebol Clube do Porto (FCP) e o ABC de Braga (ABC) não foram para além de um empate (24-24). Com este resultado, os “dragões” falharam a oportunidade de se colarem ao líder Sporting Clube de Portugal (SCP), com 47 pontos.

O FC Porto marcou cedo. No primeiro minuto, Morales fez o 1-0 para a equipa da casa, mas o resultado nunca foi largo. Nos primeiros 15 minutos, o Porto mostrou-se forte no contra-ataque e seguro na defesa. Foi nesta altura que a equipa conseguiu a maior vantagem do primeiro tempo, com quatro golos.

À medida que chegávamos ao fim da primeira parte, os “azuis e brancos” começaram a sofrer mais golos e a ter menos eficácia ofensiva, o que permitiu ao ABC ganhar terreno e diminuir a diferença de golos. Ao longo da primeira metade do jogo, a equipa visitante ganhou várias faltas, que resultaram ou em golo, ou em situações de perigo para os “dragões”.

Hugo Laurentino, guarda-redes do FC Porto, foi um dos destaques, ao defender um grande número de remates e ao ajudar a sua equipa a ir para o intervalo a vencer por 12-11.

Os portistas entraram na segunda parte com a máxima força, muito eficazes no ataque e, mais uma vez, graças a Laurentino, muito competentes na defesa. A maior vantagem da segunda parte foi de quatro golos, a favor dos “dragões”. Yoel Morales, com cinco golos, ajudou os “azuis e brancos” neste momento favorável para a equipa.

A equipa visitante não se deu por vencida, e com uma enorme pressão ofensiva, foi aproximando o resultado e conseguiu o empate (19-19), perto dos dez minutos finais. Hugo Rocha, lateral do ABC, foi o grande destaque da equipa, e o melhor marcador da partida, com nove golos.

A partir deste momento, a vantagem foi-se alternando entre as duas equipas. Uma grande defesa de Humberto Gomes, guardião dos bracarenses, evitou a vitória portista e confirmou assim o empate a 24 bolas.

Lars Walther, treinador do FC Porto, criticou o ataque da sua equipa e afirmou que este foi um dos maiores problemas da noite. O técnico dos “azuis e brancos” afirmou, em declarações ao JUP, que “o resultado foi irritante”, visto que a equipa pretendia “dar uma vitória aos adeptos “.  Sobre os aspetos a melhorar para o próximo jogo, Walther não tem dúvidas: “temos de entrar mais no ritmo, correr mais sem bola e driblar menos com ela. Estivemos demasiado inseguros. Temos de encontrar o ritmo e é isso que vamos fazer nos próximos dois dias”.

No próximo sábado, dia 14, o Futebol Clube do Porto vai até Lisboa defrontar o Sport Lisboa e Benfica (SLB), em jogo a contar para a fase final do Campeonato Nacional de Andebol 1.