Desporto

HÓQUEI: FC PORTO VENCE TURQUEL MAS NÃO DESLUMBRA

O Futebol Clube do Porto venceu o Hóquei Clube de Turquel por 5-3, em jogo a contar para a 17ª jornada do Campeonato Nacional de Hóquei em Patins.

Depois de uma derrota frente ao SL Benfica, a equipa do Turquel queria fazer melhor contra o Futebol Clube do Porto. Porém, um golo de Hélder Nunes colocou a equipa da casa na frente do marcador, logo aos dois minutos.

A partida decorreu sem muita intensidade por parte de ambas as equipas, algo que beneficiou os visitantes. Com dez minutos decorridos, o Turquel tinha feito vários remates à queima-roupa do guarda-redes Filipe Magalhães, enquanto os “dragões” só causavam perigo através da longa distância.

Vasco Luís e Pedro Vaz foram os jogadores que causaram maior desconforto à defesa portista, mas faltava eficácia. Gonçalo Alves e Hélder Nunes tentavam fazer a diferença pelo Porto.

Aos 16 minutos, a equipa da casa aumentou a vantagem. Falta de Luís Silva, para cartão azul, e livre direto marcado com perícia por Hélder Nunes. 2-0 para os “dragões”.

O jogo prosseguiu no mesmo tom, apesar das mudanças no marcador. Na única vez em que o Porto conseguiu rematar sem ser por longa distância, concretizou o terceiro golo. Aos 20 minutos, Telmo Pinto conseguiu ficar cara-a-cara com o guarda-redes do Turquel e finalizou com eficácia.

Dois minutos depois, uma falta cometida pelos “azuis e brancos” mesmo em frente à sua baliza deu direito a um penálti para o Turquel. Na marcação, Vasco Luís mandou à trave, mas o árbitro da partida deu ordem para repetir o lance, visto que o guarda-redes portista se moveu antes do tempo. À segunda foi de vez e o número 9 do Turquel reduziu para a sua equipa.

Pouco depois, a primeira parte da partida chegou ao fim, com 3-1 no marcador. Mesmo sem deslumbrar, o Porto estava na frente da partida.

Mais intensidade na segunda parte do jogo

A segunda metade do jogo viu as duas equipas entrarem com um ritmo mais elevado na partida. Reinaldo Garcia mandou uma bola à trave da baliza do Turquel e na recarga Jorge Silva rematou à figura do guarda-redes do adversário. Na resposta, a equipa visitante viu Luís Silva falhar um remate, quando se encontrava isolado frente a Filipe Magalhães.

Aos cinco minutos da segunda parte, Jorge Silva fez um remate fulminante de longa distância, que acabou por entrar na baliza do Turquel, depois de bater na trave. Na resposta, a equipa visitante reduziu a desvantagem, através de um passe de André Pimenta que foi convertido em golo por Pedro Vaz. 4-2 aos sete minutos da segunda parte.

A partida continuou a ter uma intensidade elevada, com vários remates de ambos os lados. Rafa falhou duas vezes consecutivas pela direita do ataque portista. Na resposta, Vasco Luís arranjava forma de rematar em força, mas Filipe Magalhães apresentava defesas à altura.

Tanto o Porto como o Turquel estavam bastante perdulários na finalização, sem que nenhuma equipa conseguisse controlar o rumo da partida. Mas, aos 17 minutos, Bailu surgiu pela direita e fez o 5-2 para os “dragões”.

O golo trouxe algum sossego para a equipa da casa, com o Turquel a perder acutilância ofensiva. Passaram vários minutos sem nenhuma oportunidade relevante por parte de ambas as equipas.

A dez segundos do fim, o Porto descuidou-se e o Turquel aproveitou para reduzir uma última vez. Vasco Luís bisou na partida e deu o golo de honra aos visitantes.

Gonçalo Alves ainda chegou a introduzir a bola dentro da baliza do Turquel, mas foi para além do tempo regulamentar e acabou por não contar. O jogo terminou com 5-3 no marcador e confirmou a vitória do Porto.

No final da partida, Nélson Lourenço, treinador do Turquel, considerou que a sua equipa esteve “bem no jogo, dentro das possibilidades”. Sobre o facto de a sua equipa defrontar o Sporting na próxima jornada, o técnico considera que “não se deve baixar a cabeça”, mesmo sem esconder que a época não está a correr de feição ao HC Turquel.

Já Guillem Cabestany, treinador do FC Porto, admitiu que a equipa não esteve “excelente em nada”, apesar de acreditar que os “dragões” foram competentes em todas as componentes do jogo. Em declarações ao JUP, o técnico “azul e branco” afirmou que até ao final da época “todos as partidas vão ser importantes”.

As duas equipas voltam a entrar em ação no dia 3 de março. O FC Porto vai visitar o Valença HC e o Turquel recebe o Sporting CP, em jogos a contar para a 18ª jornada do Campeonato Nacional de Hóquei em Patins.