Desporto

EUROPEU UNIVERSITÁRIO DE FUTSAL: AEFEP EM TERCEIRO LUGAR

A equipa de futsal masculino da Associação de Estudantes da Faculdade de Economia do Porto alcançou o terceiro lugar do pódio, no Campeonato Europeu de Futsal Universitário, que decorreu na Turquia entre os dias 9 e 17 de julho.

Depois da conquista do título de campeã nacional, a equipa de estudantes pertencente à Associação de Estudantes da Faculdade de Economia do Porto (AEFEP) somou o terceiro lugar no europeu, também em representação de Portugal, e regressa à Invicta com medalhas nas malas.

A equipa da AEFEP não foi feliz no jogo contra a equipa da Associação Académica da Universidade da Beira Interior (AAUBI) que dava acesso às meias finais do torneio. Os estudantes da Invicta ainda estiveram em vantagem, mas os adversários acabaram por dar a volta ao marcador e venceram com um parcial de 2 – 3.

Foi o jogo contra a equipa da University of Zielona Gória, no qual venceu com um parcial 2 – 5, que a AEFEP garantiu o terceiro lugar no pódio da competição.

Em declarações ao JUP, Guilherme Rosa, atleta da equipa da AEFEP, afirmou que no início da época o principal objetivo “era tentar igualar o desempenho da temporada passada e alcançar a final dos Campeonatos Nacionais Universitários (CNU)”. Depois de uma “espiral de vitórias” a equipa consegui “alcançar o título da campeã nacional”.

Como a equipa nunca tinha participado num torneio com a dimensão de um europeu as expectativas eram “baixas”. Guilherme disse que “foi um momento de enorme felicidade”, não só por se tratar de uma competição europeia, mas também por “poderem desfrutar de uma competição de altíssimo nível entre amigos”.

Quando questionado sobre os motivos que levaram a equipa a não ter alcançado a final, o estudante explicou que “faltou sorte” e referiu duas bolas ao poste, que conjugadas com “o cansaço, a pressão e emotividade” impediram a equipa vencer a AAUBI.

Gonçalo Rodrigues, outro atleta da equipa da AEFEP, afirmou que vencer o troféu trouxe um sentimento “agridoce”, na medida em que “um lugar no pódio num europeu universitário é sempre algo muito positivo e os enche de orgulho por estarem também a representar a faculdade”, mas fica sempre o desejo de “ir mais longe”.

O estudante-atleta acredita, no entanto, que há algo mais importante a retirar a experiência: “antes de sermos uma equipa, somos um grupo de amigos. Os meus colegas de equipa são as pessoas com quem eu convivo no meu dia a dia na FEP e, por isso, poder partilhar todos estes momentos com eles é realmente especial”.

Ambos os atletas consideram que a conquista foi importante não só a nível individual. como coletivo, além de ser uma oportunidade “para melhorar imagem do desporto universitário português no estrangeiro” e que a equipa não desperdiçou.