Desporto

HÓQUEI: FUTEBOL CLUBE DO PORTO ELIMINADO NOS PENALTIES

O Futebol Clube do Porto perdeu em Reus nas grandes penalidades, em jogo a contar para os quartos de final da Liga Europeia de hóquei em patins.

O Palau d’Esports estava cheio para receber o confronto entre o Reus Deportiu (RD) e o Futebol Clube do Porto (FCP) na segunda mão dos quartos de final da Liga Europeia de hóquei em patins. Depois do resultado de 7 – 7 do jogo da primeira mão, no Dragão Caixa, só a vitória interessava a ambas as equipas e novo empate levava as equipas a prolongamento e grandes penalidades.

Logo a abrir o jogo, aos quatro minutos, Marc Torra fez o primeiro golo da partida, depois de uma tentativa falhada de antecipação de Reinaldo Garcia.

A primeira parte foi muito tática e não deu azo a mais nenhum golo. O único destaque foi para um lance pouco visto à passagem do minuto dez, em que o Reus poderia ter feito o 2 – 0, mas a baliza foi abalroada e a bola não entrou.

O jogo chegava ao intervalo com vantagem catalã na partida e na eliminatória.

No primeiro minuto da segunda metade houve livre direto para a equipa portista. Na conversão, Hélder Nunes permitiu uma defesa a Pedro Henriques, guardião da equipa espanhola.

Passados dois minutos, o capitão do FC Porto redimiu-se e com um remate ainda antes da meia-pista e fez o empate na partida.

Aos 37 minutos, a equipa de arbitragem mostrou o cartão azul Joan Salvat. No livre direto, Gonçalo Alves acertou no poste. Nos instantes seguintes, a equipa portuguesa chegou à décima falta, mas Raul Marín não conseguiu enganar Nélson Filipe.

A nove minutos do final do tempo regulamentar, Telmo Pinto levou cartão azul, mas Marc Torra também não conseguiu bater o guarda-redes azul e branco. No mesmo minuto, Raul Marín fez o 2 – 1, num lance com muitos ressaltos.

Os “dragões” foram à procura do resultado e aos 42 minutos, Raul Marín recebeu o cartão azul e Gonçalo Alves conseguiu fazer o empate de livre direto.

O empate permaneceu até ao final dos 50 minutos e a partida foi para o “golo de ouro”. Nos dez minutos de prolongamento, as equipas estavam mais preocupadas em não sofrer um golo que seria fatal e não houve mexidas no resultado, levando a partida para as grandes penalidades.

Na última decisão da partida, falharam Ton Baliu, Hélder Nunes, Rafa e Reinaldo Garcia, para o FC Porto, e Raul Marín e Marc Torra, para o Reus. Marcaram Alex Rodríguez e Joan Salvat, para os catalães, que alcançaram a “final four” da Liga Europeia.

Posto isto, o Reus Deportiu juntou-se ao Fútbol Club Barcelona (FCB), ao Sport Lisboa e Benfica (SLB) e à União Desportiva Oliveirense (UDO) na disputa pelo título de campeão da Europa.

Já o Futebol Clube do Porto volta a entrar em campo na próxima quarta-feira frente à Associação Desportiva de Oeiras (ADO), em jogo dos oitavos de final da Taça de Portugal.