Desporto

BASQUETEBOL: FC PORTO VENCE O CAB MADEIRA

O FC Porto venceu este sábado o CAB Madeira por 91 - 68 e conseguiu a liderança isolada da Liga Placard, depois da derrota do SL Benfica contra o Illiabum, este domingo.

Com as vitórias da Oliveirense e do Guimarães nos jogos da tarde, os azuis e brancos viam-se obrigados a vencer para continuarem na liderança da Liga Placard. Já o CAB, oitavo classificado, entrou no jogo à procura de manter o ponto de atraso para a Ovarense, que também venceu.

A equipa madeirense chegou ao Dragão Caixa com apenas 9 jogadores disponíveis e não pôde contar com o norte-americano Michael L’Africain e o sérvio Stefan Djukic.

O primeiro período do jogo começou equilibrado, com ambos os conjuntos a procurarem um ritmo de jogo alto que se traduziu em bastantes pontos em contra-ataque para ambos os lados. No entanto, com um parcial de 7 – 0, o Futebol Clube do Porto (FCP) conseguiu uma vantagem que manteve até ao fim do primeiro tempo.

A tendência manteve-se nos segundos dez minutos.O jogo manteve a intensidade, mas com muitos lançamentos falhados, traduzidas em percentagens de três pontos fracas no fim da primeira parte (25% para o Porto, 14,3% para o CAB). O jogo foi para o intervalo com uma vantagem de dez pontos para a equipa da casa (44 – 34).

Na segunda parte, o Porto começou o terceiro período com um parcial de 11 – 0. Para Moncho López, treinador da formação portista, o que mudou foi a eficácia dos lançamentos. “Na primeira parte não estavam a entrar os lançamentos, mas estávamos a jogar bem. (No intervalo) Transmiti-lhes uma mensagem de tranquilidade”, explicou o técnico.

Os azuis e brancos chegaram à vantagem de 32 pontos em relação a um CAB que apresentava uma menor rotatividade no plantel. Na parte final do encontro, a intensidade de jogo diminuiu, principalmente do lado azul e branco, e permitiu aos insulares reduzir a diferença pontual.

Frederick Gentry, com 18 pontos marcados, e o base Diogo Gameiro, com 16 pontos e nove assistências, foram os jogadores em destaque da equipa visitantes.

Depois do jogo, ambos os técnicos se mostraram satisfeitos com o jogo das suas equipas. “Quer no primeiro período, quer no segundo período, conseguimos cumprir aquilo que era o nosso plano de jogo, que passava sobretudo por condicionar as ações ofensivas dos jogadores do Porto”, disse o treinador do CAB Madeira. O técnico reconheceu que o grande desgaste da primeira parte contribuiu para a grande diferença de pontos no resultado final: “Fruto disso, pagamos a fatura na segunda parte”.

Na próxima jornada, o Porto desloca-se ao reduto do Galitos, equipa revelação do campeonato, mas que vem de uma série de três derrotas consecutivas. Moncho López alerta, no entanto, para a dificuldade do encontro: “(O Galitos) jogando em casa, tem vencido a todos os adversários fortes do campeonato, perdemos lá o ano passado e portanto estamos conscientes de que temos um dos jogos mais difíceis do nosso campeonato.”

Já o CAB Madeira recebe a Ovarense, um duelo que opõe o 7.º e 8.º classificados da Liga.