Cultura JUP Retrospetiva

JUP RETROSPECTIVA 2019: PODCASTS

Em 2004, quando o iPod estava na sua era de ouro, o jornalista britânico Ben Hammersley constatou a emergência de programas de rádio amadores online. Sugeriu alguns nomes para o fenómeno: audioblogging, guerillamedia e podcasting. Vários anos mais tarde, é fácil entender qual foi o que pegou.

A Beleza Das Pequenas Coisas – Expresso

Um podcast conduzido por Bernardo Mendonça, acompanhado por personagens carismáticas e nomes conhecidos. Numa conversa longa, com cerca de uma hora, os episódios revelam histórias profundas, debates sobre temas diversificados e discussões saudáveis entre Bernardo e os convidados. Este podcast está disponível na página do Expresso, no iTunes, SoundCloud e Spotify. O genérico é um original do músico Luís Severo, um dos convidados do programa.

 

Sozinho Em Casa – Guilherme Geirinhas

Surgiu da necessidade de falar, devido ao tempo que Guilherme começou a passar “sozinho em casa”. O jovem humorista cativa cada vez mais o seu público e, apesar da ideia original ser um programa a solo, há episódios com convidados, para falar de diferentes temas. Guilherme promete abordar assuntos atuais, com o humor que o caracteriza, num espaço temporal de, aproximadamente, meia hora. Em formato áudio, para ouvir no SoundCloud, Spotify e ApplePodcasts este é o programa ideal para trazer humor à rotina do dia-a-dia e não deixar o Guilherme tão só.

 

Quarenta e Cinco Graus – José Maria Pimentel

Este podcast privilegia temas diferentes, dentro da política, ciência, sociedade e filosofia, que obrigam o ouvinte a refletir. Apesar da longa duração (cerca de uma hora), os convidados que dominam os temas e explicam os assuntos com clareza tornam a conversa fluída e descontraída. O “45 graus” é um diálogo bem conduzido pelo entrevistador José Maria Pimentel – economista por formação e curioso por natureza- que “faz trabalho de casa” e domina os assuntos abordados em cada episódio. Pode ser ouvido no Spotify, iTunes, Youtube, Facebook, ou na página do podcast.

 

Ar Livre – Salvador Martinha

Na categoria de Humor o podcast do humorista Salvador Martinha continua a atrair as atenções de todos os que gostam de conversas livres e relaxadas. Os episódios variam entre os 20 minutos e uma hora e são uma “lufada de ar fresco” para quem ouve. O podcast está disponível no Spotify, SoundCloud e Apple Podcasts e promete continuar a ser um sucesso, transmitindo liberdade a todos os que o ouvirem.

 

Janela Aberta – Miguel Luz

Um podcast semanal, onde podemos ouvir o artista, criador de conteúdo e atual estudante de Erasmus, em Bolonha a pensar em voz alta. Sozinho ou acompanhado, é no seu podcast que Miguel questiona o mundo em que vivemos, reflete sobre diferentes temas e conta histórias como ninguém. Miguel Luz permite-nos entrar na sua cabeça cheia de projetos e ideias, durante meia hora e está constantemente à procura de sugestões de temas para abordar. Para além de ter uma “Janela Aberta” para o seu público, Miguel é, também, uma mente aberta, para ouvir no Spotify, SoundCloud e Apple Podcasts, com alguns episódios em vídeo no Youtube.

 

Não Sejas Pussy – Sofia Barbosa e Angie Costa

Um podcast recente, que nasceu em 2019, mas que já conquistou a audiência. Inicialmente começou por ser em formato vídeo e áudio, mas atualmente as duas anfitriãs do programa dizem que preferem apenas o áudio. Sofia Barbosa e Angie Costa são criadoras de conteúdo e decidiram juntar-se para falar sobre temas do dia-a-dia, colocando, assim, o podcast na categoria de Lifestyle. A junção das duas amigas e, agora, colegas de trabalho culmina em episódios que rondam os 30 minutos, com conteúdo leve, que promete cativar cada vez mais público. Os episódios estão disponíveis no Youtube, SoundCloud e Spotify.

 

Sobremesa – Mafalda Beirão

Acabadinho de estrear, com pouco mais de um mês, chega-nos a “sobremesa” de todos os podcasts. Fundado por alguém que diz ter “demasiadas opiniões sobre tudo”, Mafalda Beirão junta os amigos para conversar sobre feminismo, ser veggie, música, o nosso corpo e até sobre o amor. Os episódios são longos, mas o tempo voa enquanto se ouvem as conversas entre a Mafalda e os convidados. Há um novo episódio a todos os domingos, que pode ser ouvido no Spotify e no SoundCloud.

 

Qualquer Dia É Muito Tempo – Bárbara Cardoso

Bárbara é uma ativista, youtuber, tattoo artist e artista, que também criou um podcast. Para todos os que gostam de ouvir e partilhar opiniões, histórias e desabafos este é o programa ideal. Surgiu em 2019 e é um espaço de “poucas censuras”, onde Bárbara nos delicia com o seu tom meigo, para falar do que a apaixona e nos alerta para as preocupações do nosso mundo. Bárbara optou por complementar o áudio com suporte vídeo para agradar aos que ainda não se familiarizaram com o formato podcast, mas todas as quartas-feiras sai um novo episódio, para ouvir no Spotify, no SoundCloud e no Youtube.

 

Conversations with Pussy – Grace Hazel

Grace Hazel apresenta-se como uma Women’s Sexual Healing Mentor e a sua formação é bastante alternativa: passa pelas artes xamânicas, yoga e reiki e o seu principal foco é a espiritualidade e sexualidade feminina.

O publico alvo dos podcasts é feminino – ou quem quer que seja que possua uma vagina. Grace traz aos ouvintes um conhecimento afastado do conhecido científico ocidental, e abre-se a um diálogo muito intimo, onde tabus deixam de existir ou são tomados de um ponto de vista diferente. Deste forma, o ouvinte é conduzido a um pensamento mais livre de preconceito em torno da sexualidade, intimidade feminina e espiritualidade.

Conversations with Pussy podem ser ouvidos no website de Grace Hazel, no Google Play ou na Apple Podcasts

 

Adulting – Oenone Forbat

O podcast surge em resposta às questões e dificuldades sentidas por Oenone na sua transição da vida de adolescente a vida de jovem adulta, ou adulta.

Desde sexo a política, ambientalismo a racismo, amor a sociedade, os episódios de Adulting abrem um dialogo entre Oenone Forbat e os seus convidados. Procura-se esclarecer os problemas implícitos à temática em discussão – que, normalmente, fazem parte (ou podem vir a fazer) das preocupações das gerações que entram na vida adulta.

Adulting pode ser ouvido na Apple Podcasts ou Spotify

 

Figura do Ano

Miguel Luz

Miguel Luz é o “podcaster” do ano, em Portugal.

“Janela Aberta”, para além de ser um podcast made in 2019, é apenas mais um dos seus muitos projetos.

Conhecido no mundo digital desde o início da década, Miguel reinventa-se ao longo do tempo e abre a sua janela para todos os que o quiserem ouvir. O conteúdo diversificado, para todos os gostos, atrai cada vez mais audiência e há até a possibilidade de apoiar o podcast através do Patreon e aceder a conteúdo exclusivo.

Miguel é um jovem artista que pensa mais além e que questiona o mundo onde vive. Destacamos este artista pela sua proatividade e vontade de crescer, em números de ouvintes e enquanto pessoa.