Cultura

SERRALVES EM FESTA! JÁ TEM CARTAZ COMPLETO

O festival celebra o seu 15º aniversário com 50 horas de diversão e um cartaz diversificado. Entre os vários nomes, incluem-se os Orelha Negra e os 23 Skidoo. Por Darcielle Costa e José Pedro Abreu.

A 15ª edição do Serralves em Festa! decorre nos próximos dias 1, 2 e 3 de junho em locais do espaço da Fundação de Serralves e da cidade do Porto. Para festejar um dos maiores eventos culturais de Portugal, a Fundação de Serralves organizou muitas atividades e concertos numa duração de 50 horas. O evento é de entrada livre.

O festival tem como destaque musical a banda britânica 23 Skidoo – que surgiu no meio do movimento post-punk e provém de misturas do funk e música industrial -, Orelha Negra – dos maiores grupos de hip hop nacionais- , Heliu Mergia – músico etíope e lenda do jazz-,  e a Banda Sinfónica Portuguesa que irá encerrar o festival com a peça “Acid Brass” de Jeremy Deller.

Entretanto, também atuam os Fire! – trio escandivano que se foca no free jazz com o stoner/psych rock – , Jlin – produtora de footwork americana que ganhou destaque com o seu LP Black Origami – , Noberto Lobo – guitarrista português que estará acompanhado de Yaw Tembé, Ricardo Jacinto e Marco Franco, músicos que contribuíram na gravação do seu último álbum -, e os Putas Bêbadas – que irá apresentar o seu mais recente álbum, Orgulho de Ex-Buds.

“La Parade Moderne” e “Sursauts” dão o arranque inicial

A apresentação do “Serralves em Festa” à cidade do Porto tem data marcada para 31 de maio, a partir das 15h00, junto ao Mercado Temporário do Bolhão.

A 15ª edição do evento cultural promovido pela Fundação de Serralves decidiu iniciar de forma pujante as suas festividades na baixa da cidade do Porto. Na véspera, e como ponto de partida dos três dias do evento, o “Serralves em Festa” inicia-se com um desfile e um espetáculo de dança.

Com ponto de encontro no centro comercial La Vie , estes dois momentos performativos cruzam a música, a dança e a performance e vão decorrer de forma consecutiva. A iniciativa visa surpreender e captar a atenção das pessoas que pelas ruas do Porto se encontrarem e convida à entrada no ambiente festivaleiro.

Com participação da comunidade artística local, o desfile com início pelas 15h00, vai percorrer a Rua de Santa Catarina e tem como destino o Largo da Igreja de Santo Ildefonso, onde terá lugar o espetáculo de dança contemporânea.

Ao estilo de um desfile de Carnaval, “La Parade Moderne”, consiste numa performance que aglomera dez figuras inspiradas nas obras de grandes pintores do século XX, de forma a exibirem uma narrativa da História da Arte ao ar livre. Vai ter como acompanhamento o “Ensemble de Metais da Academia Costa Cabral” e “Balleteatro”.

O espetáculo de dança, com início por volta das 15h45, traduz-se numa peça coreografada por “Mathilde Monnier”, uma importante referência no panorama da dança contemporânea francesa e internacional. Entitulada de “Sursauts”, esta peça jubilatória conta com a participação de dez bailarinos. A sua temática remete para acontecimentos decorridos em França, em 2003, que marcaram as artes performativas contemporâneas.