O QUE PODE UM AMANTE DA CIÊNCIA VISITAR NO PORTO AMANHÃ? – Jornal Universitário do Porto
Ciência e Saúde

O QUE PODE UM AMANTE DA CIÊNCIA VISITAR NO PORTO AMANHÃ?

Amanhã, dia 18 de maio, é o Dia Internacional dos Museus e, por isso, o JUP sugere-te alguns dos melhores locais para soltar o entusiasmo pela ciência que há em ti. Fica a conhecer alguns dos museus e outros locais que podes visitar.

Galeria da Biodiversidade – Centro Ciência Viva/MHNC-UP

Hospedada pela Casa Andresen e envolta pelo Jardim Botânico do Porto, a Galeria da Biodiversidade é um espaço único e que apela ao amante de natureza que há em todos nós. Composta por perto de 50 módulos expositivos e instalações agrupadas em 15 temas, o espaço cruza as áreas da diversidade biológica com a arte.

Os visitantes podem ainda incluir na visita a exposição Photo Ark – National Geographic, em que é exibida a recolha fotográfica de Joel Sartore de centenas de espécies ameaçadas em todo o mundo.

No dia 18 de maio, pelas 11 horas, a Galeria da Biodiversidade também convida para o percurso Paredes Vivas do Porto – uma rota pelo centro histórico do Porto para mostrar os musgos e líquenes que cobrem os monumentos (com início na Igreja dos Clérigos). Esta é uma atividade que requer inscrição prévia e está limitada a apenas 25 participantes.

Horário: Terça a Domingo (entre as 10h00 e as 18h00).

Museu da Farmácia

Com uma vasta coleção que nos guia desde dos primórdios da Humanidade até ao presente na história da farmácia, este museu agrupa peças de diferentes locais e civilizações no mundo, desde a Mesopotâmia até ao Japão, passando pelo Egipto, os Astecas, entre outras. É possível visitar também uma reconstrução da antiga Farmácia Estácio e de uma farmácia islâmica,  uma sala “única” no mundo que fazia parte do Palácio de Damasco, na Síria.

A coleção inclui diversas peças que eram utilizadas para guardar medicamentos, desde vasos até às mais recentes farmácias portáteis, mas também instrumentos usados para a prática da medicina.

Horário: Segunda a Sexta-feira (entre as 10h00 e as 18h00) e Sábado (entre as 14h00 e as 18h00).

Museu do Centro Hospitalar do Porto

Localizado no coração da cidade, o Museu do Centro Hospitalar do Porto exibe diversos equipamentos médico-cirúrgicos, de imagiologia e de laboratório. É possível também conhecer peças únicas associadas ao ensino das ciências biomédicas e à farmácia.

Aqui, é também possível visitar a “Sala de Público”, uma sala de traça oitocentista com armários de botica, e uma reconstrução da farmácia do Hospital Joaquim Urbano.

Horário: Segunda a Sexta-feira (entre as 10h00 e as 18h00), mas aberto no dia Internacional dos Museus.

Nos dias 18 e 19 de maio, este museu terá visitas ao Centro Biomédico de Simulação (ICBAS/CHP) e ao Hospital Santo António (mediante inscrição prévia).

Museu do Instituto Superior de Engenharia do Porto

Criado em 1999 e fruto do desejo de exibir uma preciosa coleção de instrumentos científico-didáticos, o Museu do Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP) traça o percurso deste instituto até aos seus primórdios, enquanto Escola Industrial.

Aqui, é possível conhecer melhor as ciências mais exatas, e acompanhar a sua evolução quando aplicada às áreas da Eletrotecnia, Mecânica ou Hidráulica. É também permitido ao visitante “pôr as mãos na massa”, executando algumas experiências. Para os amantes de livros, o museu conta também com uma biblioteca que hospeda mais de dois mil títulos, incluíndo algumas raridades bibliográficas.

Horário: Segunda a Sexta-feira (das 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h00).

No âmbito do Dia Internacional dos Museus, o Museu do ISEP organiza um percurso pedestre pelo centro da cidade do Porto, no dia 19, às 10h00 (Estação de São Bento). Sujeita a inscrição prévia, o objetivo da atividade é dar a conhecer algumas das histórias associadas aos locais onde funcionou a Escola Industrial/Instituto Industrial do Porto, entre 1853 a 1967.

Museu de História da Medicina Prof. Maximiano Lemos

Instalado na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, este museu é mais uma das cápsulas do tempo na área da medicina presentes na cidade. Com salas batizadas em honra de personalidades portuguesas das ciências médicas, é aqui possível conhecer o percurso da medicina desde a antiguidade até aos tempos mais recentes.

O museu contém também uma pequena galeria de arte e bustos de vultos nacionais e internacionais da área das ciências da saúde.

Horário: Segunda a Sexta-feira (das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h00).

Desde dia 9 de maio que está patente na Reitoria da Universidade do Porto a exposição “Obra de Mão”, que liga os aparelhos do Museu a ilustrações de alunos da Faculdade de Belas-Artes. A exposição estará na Sala de Exposições da Reitoria até 25 de maio (das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00).

Museu de Anatomia da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto

Criado em 1825 pelos dois primeiros professores de Anatomia da Real Escola de Cirurgia do Porto, o Museu de Anatomia da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto retém um vasto espólio de quadros murais, fotografias, radiografias, desenhos, aguarelas e peças anatómicas reunidas ao longo de muitos anos. Atualmente, é aqui possível encontrar centenas de peças anatómicas, algumas das quais com mais de cem anos, distribuídas ao longo de várias salas, organizadas pelos diversos sistemas que compõem o corpo humano.

Horário: Segunda a Sexta-feira (das 9h às 12h00 e das 14h00 às 17h00). Todas as visitas ao Museu são guiadas e requerem marcação prévia.

Museu de Jazigos Minerais Portugueses

Este museu, localizado em S. Mamede de Infesta, contém uma vasta coleção representativa dos minérios, minerais industriais e rochas ornamentais de todo o território nacional, com particular destaque aos sujeitos à exploração mineira.

Estão também patentes alguns achados arqueológicos representativos da exploração mineira em Portugal e instrumentos técnicos de apoio ao estudo dos recursos geológicos do País.

Horário: Quintas-feiras das 14h30 às 17h30.